Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Ambiente
Bandeira Eco XXI hasteada no Parque do Bonfim
ana maria santos
2018-03-21 / 22:10
FONTE: SMCI/CMS
A bandeira Eco XXI 2017, que distingue as boas práticas de Setúbal na criação de um município mais sustentável, foi hasteada esta tarde no Parque do Bonfim, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Árvore e da Floresta.

A tarde solarenga ajudou à festa, com mais de duas centenas de crianças e jovens de vários estabelecimentos de ensino do concelho a assistir ao içar da bandeira verde e a participar nas atividades preparadas pela Câmara Municipal de Setúbal para assinalar as duas efemérides.

Um apontamento musical pela Academia de Música e Belas-Artes Luísa Todi marcou o ritmo da abertura da cerimónia de hastear da bandeira Eco XXI, galardão que, para o vice-presidente da autarquia, Manuel Pisco, constitui "um importante reconhecimento" das ações e políticas implementadas em diversos domínios da sustentabilidade.

O estatuto de eco-município conferido pela bandeira verde é a prova de que Setúbal "é um município sustentável e com qualidade de vida" destaca o autarca, uma meta que é necessário manter e também fomentar. Por isso, aponta, "é fundamental cuidar do território e pensar no futuro".

A bandeira Eco XXI, hasteada no Parque do Bonfim, além do simbolismo, materializa um "sinal de continuidade do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela Câmara Municipal e também pelas escolas", sublinha o vice-presidente da autarquia, que deixa um repto a todos. "Vamos continuar a fazer bom ambiente."

O galardão, atribuído a Setúbal em 2017, é repleto de significado, salienta a vereadora do Ambiente na Câmara Municipal de Setúbal, Carla Guerreiro. "É um reconhecimento que temos muito trabalho feito nos diferentes domínios da sustentabilidade, para o qual muito contribuíram as escolas."

A continuidade deste trabalho tem reflexo, por exemplo, em nova candidatura ao ECO XXI, programa implementado em Portugal desde 2005 pela ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa, composto por 21 indicadores de sustentabilidade local, que avaliam os municípios e os reconhecem como "Eco-Municípios".

Por isso, frisa Carla Guerreio, "é importante o empenho de todos" no programa de educação para a sustentabilidade que visa a identificação e o reconhecimento de boas práticas nos municípios relacionadas com aspetos como a educação no sentido da sustentabilidade e da qualidade ambiental.

Além do hastear da bandeira, a tarde ambiental fica marcada pela participação de mais de duas centenas de crianças e jovens em atividades lúdicas e pedagógicas, como foi o caso da encenação "Terra", pelo Teatro do Elefante, protagonizada por Fernando Casaca sobre temáticas ambientais.

O Parque do Bonfim foi ainda palco de uma apresentação do jogo gigante das Maletas da Sustentabilidade, projeto desenvolvido pela ENA – Agência de Energia e Ambiente da Arrábida, que desafia os mais novos sobre as 17 "Metas do Planeta", em formato de perguntas com três possibilidades de resposta.

A cerimónia de hastear da bandeira foi também pretexto para 15 alunos apresentarem um hino dedicado ao Eco Escolas, com os representantes de um leque mais alargado de participantes neste projeto dinamizado na Escola Básica Barbosa du Bocage a interpretarem a música em formato coral.

Estiveram presentes na iniciativa alunos das escolas básicas Afonso Costa, dos Arcos, e Barbosa du Bocage, do Jardim de Infância "O Aquário", dos colégios Adventista e de Santa Ana, da Academia de Música e Belas-Artes Luísa Todi, da APPACDM de Setúbal e da Escola Profissional de Setúbal.

Por SMCI/CMS

Partilhe
ver mais