Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Emprego Saúde Ambiente Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Ambiente
Setúbal: GNR apreendeu 105 quilos de longueirão
ana maria santos
2019-03-26 / 18:50
FONTE: GNR
A GNR apreendeu, ontem, em Setúbal, um carregamento de 105 quilos de longueirão que, momentos antes, haviam sido apanhados junto ao rio Sado. Na mesma ocasião foi identificado um homem de 27 anos, proprietário da carrinha onde os bivalves se encontravam prontos a ser transportados.

A Unidade de Controlo Costeiro, através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Setúbal, apreendeu ontem, 25 de Março, 105 quilos de longueirão no âmbito de uma acção de vigilância às actividades piscatórias no rio Sado e posterior fiscalização ao cumprimento das regras de transporte e comercialização de bivalves.

No decorrer da mesma, os militares abordaram uma viatura, na qual a referida quantidade de bivalves era transportada sem documento que comprovasse a sua origem, facto pelo qual, e tendo em conta a interdição existente para a apanha daquele tipo de bivalves em algumas zonas do país, o longueirão acabou sendo apreendido e identificado o proprietário da viatura, um homem de 27 anos, tendo sido elaborado o respectivo auto de contraordenação.

Em comunicado hoje divulgado, a GNR salienta que “a captura deste tipo de bivalves, sem que os mesmos sejam sujeitos a depuração ou ao controlo higiossanitário, pode colocar em causa a saúde pública, caso sejam introduzidos no consumo, devido à possível contaminação com toxinas”.

Quando ao destino dado ao longueirão, por o mesmo ainda se encontrar vivo, foi devolvido ao seu habitat natural.

Partilhe
ver mais