Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Cultura
Capricho Setubalense comemorou 150 anos de actividade
ana maria santos
2017-11-23 / 13:04
FONTE: SMCI/CMS
A Sociedade Musical Capricho Setubalense comemorou ontem, 22 de Novembro, o 150.º aniversário com uma sessão solene que incluiu um concerto pela banda de música da colectividade e um espectáculo pirotécnico.

A festa teve início frente aquela colectividade, no Largo da Misericórdia, pelas 21 horas, com a interpretação do hino da Sociedade Musical Capricho Setubalense pela banda de música, seguida do hastear da bandeira e de um pequeno espectáculo pirotécnico.

A sessão comemorativa do 150.º aniversário da Capricho continuou no interior da sede da colectividade, num evento em que marcaram presença a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, e o vereador da Cultura, Pedro Pina, entre outras individualidades.

Perante uma sala cheia, com mais de duas centenas de representantes de colectividades, associações e instituições culturais da cidade e da região, Maria das Dores Meira assinalou o "feito notável" que é uma associação comemorar 150 anos de existência.

"Notável pelo que representa de perseverança das sucessivas gerações de dirigentes associativos que por aqui passaram. Notável porque a Capricho chega ao seu 150.º aniversário com intensa actividade e, mais importante, com a capacidade de se renovar, de se modernizar."

A autarca apontou o "papel central de inegável importância" que a Sociedade Musical Capricho Setubalense desempenha no movimento associativo do concelho, tendo em conta a intervenção no ensino da música e a manutenção de uma banda filarmónica "de excelência", além de ter "um elevado ritmo de realização de actividades culturais e de participação em actividades desportivas".

Maria das Dores Meira defendeu que "a cidade precisa da sua Capricho e, felizmente, encontra nesta centenária colectividade uma associação à altura das suas necessidades", pois assume-se como "um polo de dinamização cultural ímpar, cheio de história, e, acima de tudo, cheio de futuro".

A presidente destacou que a Câmara Municipal de Setúbal tem a "enorme honra de poder caminhar lado a lado com uma das mais prestigiadas e activas associações da terra", e orgulha-se de, "modestamente, contribuir com vários apoios na recente realização de obras nas instalações da cocletividade e com a pintura do edifício", acção enquadrada na "requalificação e dignificação de um dos mais importantes largos da cidade".

Em dia de aniversário, a banda filarmónica, que conta agora com sessenta elementos, recebeu 14 novos músicos provenientes da escola de música da colectividade, o que "é um número muito significativo e revela a grande dinâmica da escola", sublinhou o presidente da Capricho, Nuno Marques.

A sessão comemorativa contou ainda com a entrega dos emblemas aos associados que cumprem 25 anos de dedicação à colectividade e terminou com um concerto pela Banda de Música da Sociedade Musical Capricho Setubalense.

Ainda no âmbito das comemorações do aniversário da associação realiza-se a 8 de Dezembro, às 16.30 horas, no Fórum Municipal Luísa Todi, o espectáculo "Capricho, 150 Anos de Cultura", com entrada livre.

Saudação pelo aniversário da Capricho aprovada por unanimidade 

Momentos antes, em reunião pública, a Câmara Municipal de Setúbal havia aprovado, por unanimidade, uma saudação pelo 150.º aniversário da Sociedade Musical Capricho Setubalense onde se exaltava o papel central que aquela instituição tem desempenhado no quadro do movimento associativo do concelho.

No documento aprovado em reunião ordinária, pode ler-se que a Capricho é importante “porque intervém no ensino da música, porque mantém uma banda filarmónica de excelência e porque mantém elevado ritmo de realização de actividades culturais e de participação em actividades desportivas" e que,  "saudar a Capricho Setubalense é valorizar os últimos 150 anos da história da cidade."

Fundada a 22 de Novembro de 1867, a Sociedade Musical Capricho Setubalense completou, ontem, um século e meio de existência, "um feito notável, a todos os títulos, e que representa a perseverança das sucessivas gerações de dirigentes associativos que passaram pela coletividade".

No mesmo documento, a Câmara Municipal de Setúbal endereça, a todos os associados da Sociedade Musical Capricho Setubalense uma "forte saudação por mais este aniversário" e manifesta o desejo de poder contar com “muitos mais anos de trabalho desta colectividade em prol da cidade e do concelho".

Partilhe
ver mais