Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Cultura
Exposição "Dançar Abril" patente no Centro Cultural de Poceirão
ana maria santos
2018-04-30 / 12:34
FONTE: CMP
A exposição fotográfica "Dançar Abril", inaugurada no âmbito das comemorações do 44.º aniversário da Revolução dos Cravos, promovidas pelo município de Palmela, Juntas de Freguesia e Movimento Associativo do concelho, está patente, até 2 de Junho, no Centro Cultural de Poceirão.

A mostra apresenta fotografias de grande formato, da autoria de Paulo Nobre (Câmara Municipal de Palmela) e Mário Carromeu (Associação de Cultura e Desporto de Poceirão), instaladas em vários pontos exteriores do Centro Cultural. As imagens recordam o espectáculo de dança com o mesmo nome, realizado durante as comemorações do 25 de Abril e do Dia Mundial da Dança de 2015.

O espectáculo, realizado no Centro Cultural de Poceirão, contou com direcção artística de Sofia Belchior, da Passos e Compassos/DançArte, e teve a participação especial do bailarino José Lobo. Tratou-se de um espectáculo onde a dança se assumiu como a expressão dos valores de Abril e em que o desafio consistiu em criar a simbiose perfeita entre o movimento e a liberdade. Aquela iniciativa, de cariz comunitário, contou com a participação de 58 elementos, de diferentes associações locais, nomeadamente, da Associação de Cultura e Desporto de Poceirão, do Rancho Folclórico de Poceirão, da Associação "Os Amigos das Lagameças" e do Grupo Desportivo e Recreativo Águias da Aroeira, tendo contado com o apoio da artista Ana Nogueira (Oficina de Artes Visuais) e da União de Freguesias de Poceirão e Marateca.

Três anos depois, o espectáculo é recordado através da exposição fotográfica "Dançar Abril", com o objectivo de manter viva aquela memória e de lançar uma semente para o futuro, com vista a dar continuidade a projectos que envolvam a comunidade.

Partilhe
ver mais