Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Cultura
Marchas Populares de Setúbal apresentam-se na avenida a 9 de Junho
ana maria santos
2018-05-28 / 18:27
FONTE: SMCI/CMS
As colectividades que participam nas Marchas Populares de Setúbal 2018, apresentam-se, pela primeira vez ao público, na avenida Luísa Todi a 9 de Junho, naquele que é, por tradição, o desfile que reúne maior número de público.

A partir das 21.30 horas de dia 9 de Junho, a avenida Luísa Todi voltará, de novo, a ser estreita para acolher as milhares de pessoas que, anualmente, ali se deslocam para ver a primeira apresentação pública das Marchas Populares de Setúbal.

Com alegria, e orgulho, as colectividades dão os primeiros passos de cada uma das marchas das quais, uma semana depois, na Praça de Touros Carlos Relvas, irão apresentar as coreografias perante um júri constituído por Ricardo Cristas (cenografia), Diana Nogueira Vieira (coreografia), Rita Melo (figurino), Ester Correia (letra) e António Laertes (música). Este ano o júri é presidido pelo cantor Nuno Guerreiro.

No decorrer da conferência de imprensa de apresentação do concurso deste ano, realizada hoje de manhã, na Casa da Cultura, em Setúbal, esteve presente o vereador Pedro Pina, o presidente do júri, Nuno Guerreiro e o autor da música da Grande Marcha de Setúbal, 2018, José Condinho, não tendo sido possível, por questões profissionais, contar com a presença de Dina Barco, autora da letra vencedora da Grande Marcha que, este ano, tem por título “Setúbal, Terra de Vinhos”.

Pedro Pina realçou o esforço, dedicação e trabalho que cada uma das colectividades emprega para fazer da sua a melhor marcha, sublinhando que aquela manifestação cultural exalta, sem dúvida, a cidade de Setúbal e as suas freguesias.

O vereador da Cultura referiu ainda que a autarquia continua a “dar corpo e sentido a este evento da cultura popular setubalense e a um trabalho, árduo, de homens e mulheres, mais novos e mais velhos, que há mais ou menos tempo estão associados ao movimento associativo, mais ou menos profissionais, que dão este ritmo quer na avenida Luísa Todi quer, uma semana depois, na Praça de Touros Carlos Relvas” e que, salientou,  “têm tido a capacidade de se irem adaptando aos novos tempos”.

O cantor Nuno Guerreiro, a viver em Setúbal há cerca de dois, mostrou-lhe orgulhoso com o convite que lhe foi feito para presidir ao júri das Marchas mas, também, nervoso com a responsabilidade que lhe está associado, nomeadamente se tiver que intervir em caso de empate na votação.

O artista, que integrou a Ala dos Namorados, fez questão de salientar que a sua vinda para Setúbal foi casual, motivada por um curso no IPS, mas que, rápidamente “me apaixonei pela cidade, pelas praias e pela serra” o que o fez vir residir, com familiares, para a cidade.

Nuno Guerreiro disse que a cada dia “apaicono-me cada vez mais pela cidade, tenho acompanhado a sua gigante evolução, as pessoas sabem receber e respeitar o espaço de cada um e os setubalenses estão, de certeza, muito orgulhosos desta cidade”.

José Condinho, que juntamente com Dina Barco venceram, não só a Grande Marcha de Setúbal 2018, como a Grande Marcha de Lisboa, igualmente deste ano, salientou ser este um evento genuinamente da cultura popular portuguesa facto pelo qual considera ser importante que Setúbal “continue a ter este tipo de evento”.

A  Grande Marcha de Setúbal será cantada por Sara Margarida, madrinha das madrinhas 2018, bem como por todas as colectividades a concurso.

Após o desfile na avenida Luísa Todi, as Marchas apresentam-se a concurso, na Praça de Touros Carlos Relvas, dias 15 e 16 de Junho, a partir das 22 horas. Sendo de acesso gratuíto o desfile na avenida, na Praça as entradas têm um custo entre os 2,5 e os 4 euros, com entradas gratuítas para crianças até 10 anos.

As Marchas são lindas...

Na edição deste ano volta a repetir-se o número de concorrentes do ano anterior, sete, com a participação de cinco marchas extraconcurso.

A concurso está a Marcha do Núcleo de Amigos do Bairro Santos Nicolau, com o tema “Venham aqui comprar e no Bairro Santos marchar”; a Cooperativa de Habitação e Construção Económica “Bem Vinda a Liberdade”, com o tema “Mercado do Livramento, a cidade em Movimento”; a União Desportiva e Recreativa das Pontes, com “Tantas partidas, tantas chegadas”; a Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense, que traz o tema “Amar o Mar”; o Grupo Desportivo Independente, sob o tema “Rufam tambores e siga a marcha”; Núcleo Bicross de Setúbal, que apresenta o tema “Vem deste rio a riqueza que ostentamos” e o Grupo Desportivo Setubalense “Os 13” com o tema “Fama de Marinheiro dá namoro em noite de tradição”.

As participações extraconcurso, todas elas de cariz infantil, são as seguintes: APPACDM de Setúbal, com “Vamos celebrar a Natureza – Setúbal Jardim Florido”; Marcha Infantil da União Desportiva e Recreativa das Pontes, com “As Maravilhas da Terra e do Mar “Bichinhos do Rio e do Mar”; Marcha Infantil da Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense, com “flores da Serra”; Marcha Infantil do Grupo Desportivo Independente, com o tema “Rainda Sardinha, Rei Carapau” e a Marcha Infantil Núcleo Bicross de Setúbal com “A nossa marcha é linda!”.

Partilhe
ver mais