Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Desporto
4.º Seminário de Gestão do Desporto de Setúbal
ana maria santos
2017-11-10 / 12:06
FONTE: Sapo
O Fórum Municipal de Setúbal acolhe, a 17 de Novembro, o 4.º Seminário de Gestão do Desporto de Setúbal, com o tema “Desporto e Turismo – Percursos e Perspectivas”. O mesmo irá contar com a presença de agentes desportivos e turísticos, de âmbito público e privado.

Agentes desportivos e turísticos, públicos e privados, vão marcar presença no 4.º Seminário de Gestão do Desporto de Setúbal, contribuindo para a oferta do concelho nestas áreas, ao mesmo tempo que irão partilhar, no encontro organizado pela Câmara Municipal de Setúbal, experiências, práticas, percursos, perspectivas e opiniões.

A abertura dos trabalhos, marcada para as 9 horas, cabe ao vereador do Desporto da autarquia, Pedro Pina seguindo-se, às 9.30 horas, um primeiro painel, moderado pela professora Luísa Carvalho, sobre “Percursos e Perspectivas I”, com intervenções de João Joanaz de Melo, professor da Universidade Nova de Lisboa, que irá falar sobre “Turismo e Desporto de Natureza: um sector em expansão, uma oportunidade ímpar de edutainment”, e de Pedro Guedes de Carvalho, docente da Universidade da Beira Interior, que abordará o tema “Como medir impactos de turismo desportivo?”.

O segundo painel, intitulado “Percursos e Perspectivas II”, previsto para as 11.15 horas, conta com a participação de Manuel Pavese de Araújo, perito da União Europeia, que apresentará o tema “Da Indiferença ao Boom; e Agora?”.

Naquele painel, moderado por Paulo Nunes, serão ainda oradores Fernando Pereira, professor da Universidade de Lisboa, que discursa sobre “Qualificar as Experiências, os Locais e... as Pessoas”, e António José Correia, antigo presidente da Câmara Municipal de Peniche, que analisa “O Surfing e o Desenvolvimento dos Territórios”.

Os trabalhos prosseguem de tarde, às 14.30 horas, com o painel “Estudos de Caso”, em que o velejador setubalense João Cabeçadas discursa sobre “Extreme Sailing Series – Lisboa e Funchal 2016” e Hugo Sousa, da empresa HMS Sports Consulting, apresenta “Triatlo Longo de Setúbal”.

Os desportos de montanha também serãoabordados naquele terceiro painel, moderado pelo director do Departamento de Cultura, Educação, Desporto, Juventude e Inclusão Social da autarquia, Luís Liberato Baptista, com a alocução “Wind – um caso de sucesso”, apresentada por Samuel Lopes, da empresa Wind.

Às 16 horas, o painel “Perspectivas”, com moderação de António Mendes Lopes, inclui o “Parque Natural da Arrábida, um espaço natural a usufruir”, por Eduardo Carqueijeiro, chefe de divisão do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, e “O Desenvolvimento do Turismo no Concelho de Setúbal”, por José Fernando Gonçalves, assessor municipal para a área do Turismo na autarquia setubalense.

A sessão de encerramento do 4.º Seminário de Gestão do Desporto de Setúbal está marcada para as 17 horas, com uma intervenção do vereador Pedro Pina.

As inscrições para o evento, de participação gratuita, abertas até quinta-feira, devem ser feitas através do preenchimento de um formulário disponível na página de internet http://seminariosetubal.weebly.com, na qual também pode ser consultado o programa. Outras informações podem ser obtidas junto da Divisão de Desporto da autarquia, através dos contactos 265 739 890 e pedro.calado@mun-setubal.pt.

De referir quer o seminário “Desporto e Turismo – Percursos e Perspectivas” conta com os apoios do Instituto Português do Desporto e Juventude, do Turismo de Portugal, do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, da Federação Portuguesa de Surf, da Associação Portuguesa de Gestão de Desporto, da Confederação do Desporto de Portugal e das empresas HMS Sports e Wind.

Partilhe
ver mais