Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Desporto
Autarquia de Setúbal apresentou voto de pesar pelo falecimento de Joaquim Torres
ana maria santos
2019-06-06 / 13:30
FONTE: Sapo
A Câmara Municipal de Setúbal apresentou ontem, em reunião pública, um voto de pesar pelo falecimento, a 23 de maio, do antigo futebolista Joaquim Torres.

O voto de pesar, apresentado pela CDU, destaca as capacidades de Joaquim Torres como guarda-redes, que ajudaram, na época de 1971/72, o posicionamento do Vitória Futebol Clube no segundo lugar, a melhor classificação de sempre no campeonato nacional de futebol.

“Joaquim Torres notabilizou-se nas várias participações setubalenses e em provas europeias, com prestações que terão sido, também, uma das razões que motivaram a contratação pelo Futebol Clube do Porto, onde a defesa que fez das redes portistas ajudou o clube do norte a ser campeão nacional na época de 1978/79”, lê-se no documento.

Natural de Fuzeta, Algarve, Joaquim Torres veio para o Vitória Futebol Clube ainda jovem. Foi guardião das redes sadinas durante dez temporadas, sob os comandos dos treinadores Fernando Vaz e José Maria Pedroto.

“Sadino de adoção e coração”, assim refere o voto de pesar, durante a carreira nos relvados Joaquim Torres representou ainda o Amora e o Nacional.

Fora dos relvados, o antigo jogador dedicou-se à fotografia, tendo sido fotógrafo de vários órgãos de comunicação social da região de Setúbal.




Por: SMCI/CMS

Partilhe
ver mais