Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Desporto
Gestão desportiva em Setúbal analisada em seminário
ana maria santos
2017-11-17 / 13:44
FONTE: SMCI/CMS
A relação estratégica entre o desporto e o turismo, potenciadora de um crescimento profícuo, contínuo e sustentado de Setúbal foi destacada esta manhã pelo vereador da Câmara Municipal, Pedro Pina, na abertura de um seminário sobre gestão desportiva.

A necessidade de continuar a desenvolver e a aprofundar esta relação que tem nos recursos geográficos e naturais do território a grande mais-valia foi sublinhada pelo autarca na abertura do IV Seminário de Gestão do Desporto de Setúbal, com o tema "Desporto e Turismo – Percursos e Perspetivas", a decorrer ao longo do dia no Fórum Municipal Luísa Todi.

"Os números não enganam. Setúbal tem crescido exponencialmente nos últimos anos enquanto destino turístico de excelência, um crescimento contínuo e sustentado que tem no desporto um pilar estratégico", afirmou o vereador do Desporto na Câmara Municipal de Setúbal, Pedro Pina.

Para isto, vincou o autarca, muito contribuiu o título de Cidade Europeia do Desporto atribuído a Setúbal em 2016. "Uma marca indelével que proporcionou a oportunidade de realizar eventos desportivos de grande dimensão e que catapultou o território para uma plataforma territorial que está para lá da cidade e do país."

A este facto Pedro Pina indicou que não é alheio o forte pulsar do movimento associativo. "Setúbal orgulha-se de possuir uma das mais valiosas e variadas estruturas associativas a nível nacional, com mais de duas centenas de associações, entre as quais cerca de noventa dedicadas à vertente do desporto."

Por isso, reiterou a relevância e pertinência do seminário, um espaço para "troca de experiências e de partilha de conhecimento para o enriquecimento de gestão desportiva que conta com um vasto grupo de agentes desportivos e um painel de preletores de excelência".

O encontro, destacou, constitui uma "ferramenta de trabalho para o futuro, que permite rever métodos e formas de conjugar dois pontos essenciais da aposta municipal de desenvolvimento para o concelho e trazer para a discussão um tema atual e aliciante, o deporto e o turismo."

Na sessão de abertura, o presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude, Augusto Baganha, salientou, igualmente, a importância deste encontro sobre desporto e turismo, "duas esferas de intervenção vibrantes e que se traduzem positivamente em grandes impactes na economia".

O responsável vincou que, atualmente, existem cada vez mais razões para estas duas áreas estarem interligadas, uma "ligação de futuro"para a qual defende a necessidade de "introduzir mais qualidade no desporto, nomeadamente em matérias como segurança e proteção ambiental".

"Percursos e Perspetivas I", com João Joanaz de Melo, professor da Universidade Nova de Lisboa, que falou sobre "Turismo e Desporto de Natureza: um setor em expansão, uma oportunidade ímpar de edutainment", e Pedro Guedes de Carvalho, docente da Universidade da Beira Interior, que abordou o tema "Como medir impactos de turismo desportivo?", deu início às intervenções do encontro.

Seguiu-se "Percursos e Perspetivas II", com Manuel Pavese de Araújo, perito da União Europeia, a apresentar "Da Indiferença ao Boom; e Agora?", Fernando Pereira, professor da Universidade de Lisboa, a discursar sobre "Qualificar as Experiências, os Locais e... as Pessoas", e António José Correia, antigo presidente da Câmara Municipal de Peniche, a analisar "O Surfing e o Desenvolvimento dos Territórios".

Os trabalhos prosseguem de tarde, às 14h30, com o painel "Estudos de Caso", em que o velejador setubalense João Cabeçadas discursa sobre "Extreme Sailing Series – Lisboa e Funchal 2016" e Hugo Sousa, da empresa HMS Sports Consulting, apresenta "Triatlo Longo de Setúbal".

Os desportos de montanha também são abordados neste terceiro painel, moderado pelo diretor do Departamento de Cultura, Educação, Desporto, Juventude e Inclusão Social da autarquia, Luís Liberato Baptista, com a alocução "Wind – um caso de sucesso", apresentada por Samuel Lopes, da empresa Wind.

Às 16h00, o painel "Perspetivas" inclui o "Parque Natural da Arrábida, um espaço natural a usufruir", por Eduardo Carqueijeiro, chefe de divisão do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, e "O Desenvolvimento do Turismo no Concelho de Setúbal", por José Fernando Gonçalves, assessor municipal para a área do Turismo na autarquia setubalense.

A sessão de encerramento do IV Seminário de Gestão do Desporto de Setúbal está marcada para as 17h00, com uma intervenção do vereador Pedro Pina.

Por SMCI/CMS

Partilhe
ver mais