Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Economia
Arsenal do Alfeite: Presidente da Câmara de Almada apela para a intervenção urgente de António Costa
ana maria santos
2017-09-26 / 18:24
FONTE: Arsenal Alfeite
O presidente da Câmara Municipal de Almada, Joaquim Miguel Judas, dirigiu um ofício ao primeiro-ministro, António Costa, apelando à sua “intervenção urgente no sentido da criação das condições objectivas para a concretização do investimento necessário na melhoria das infraestruturas do Estaleiro do Arsenal do Alfeite”. Este pedido de intervenção surgiu após uma reunião com a direcção da Casa do Pessoal do Arsenal do Alfeite.

O presidente da Câmara Municipal de Almada reuniu ontem, 25 de Setembro, com a direcção da Casa do Pessoal do Arsenal do Alfeite, a pedido da mesma, com o objectivo de abordar diversos assuntos de interesse comum ao município e aos trabalhadores do Arsenal do Alfeite.

No decorrer da reunião, e entre as diversas questões abordadas, a referida direcção sublinhou a “necessidade de concretização de investimentos urgentes, e já previstos há longo tempo, na modernização e melhoria das infraestruturas do Arsenal do Alfeite”, manifestando, igualmente, preocupação relativamente à “necessidade de libertação urgente das verbas cujos montantes se encontram já definidos, mas que permanecem cativas e por isso indisponíveis”, condição que considera “indispensável à adequação da capacidade de resposta do Arsenal do Alfeite às exigências do trabalho de reparação e manutenção naval que hoje se colocam”, e garantia de que essa capacidade se manterá face às “previsíveis necessidades da actividade futura”, designadamente ao serviço da reparação e manutenção dos navios da Marinha Portuguesa.

Os trabalhadores do Arsenal do Alfeite referiram ainda a necessidade de “assegurar que não se percam no futuro oportunidades de trabalho que dificilmente poderão ser recuperadas” por falta de concretização dos necessários investimentos.

Desta forma, por solicitação daquela direcção, e “consciente da importância que a modernização e desenvolvimento da sua actividade representa para a economia do município de Almada, da região e do país”, Joaquim Miguel Judas dirigiu um ofício ao primeiro-ministro de Portugal, apelando à sua “intervenção urgente no sentido da criação das condições objetivas para a concretização do investimento necessário na melhoria das infraestruturas” do Estaleiro do Arsenal do Alfeite.

Partilhe
ver mais