Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Economia
Secretário de Estado do Ensino Superior inaugura Feira de Emprego do Instituto Politécnico de Setúbal
ana maria santos
2019-03-12 / 14:35
FONTE: IPS
O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira, inaugura amanhã, dia 13, mais uma edição da Feira de Emprego do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), numa cerimónia agendada para as 10 horas, no campus académico.

O certame, inserido na 5.ª Semana da Empregabilidade do IPS, que arrancou ontem e que decorre até sexta-feira, dia 15, apresenta-se como uma montra de oportunidades de trabalho, contando este ano com a participação de mais de 130 empresas e organizações, na maior adesão de sempre.

Distribuídas por dois dias de feira, das 10 às 20 horas, numa tenda montada para o efeito no parque de estacionamento junto à entrada do edifício sede do IPS, 105 empresas vão estar presentes em expositor e disponíveis para prestar informações e esclarecimentos, estando previstas igualmente 82 sessões de apresentação e 70 sessões de recrutamento.

A Semana da Empregabilidade, iniciativa conjunta com a Associação Académica do IPS, é o culminar de mais de 50 actividades promovidas anualmente junto da comunidade estudantil para preparar a sua entrada no mercado de trabalho.

“O compromisso com a empregabilidade é uma das nossas marcas distintivas. O IPS tem a segunda taxa de empregabilidade mais elevada de todos os politécnicos públicos”, sublinhou ontem Pedro Dominguinhos, presidente do IPS, na sessão de abertura do evento, apelando aos estudantes para que tirem partido desta semana de “oportunidades de poder movimentar-se dentro do mercado de trabalho e de contacto com a realidade que algumas das empresas mais dinâmicas têm hoje para oferecer”.

De referir que, em ano de aniversário, a primeira conferência foi dedicada ao tema “40 anos do IPS – O passado como contributo para o futuro”, com a participação das académicas Mariana Gaio Alves (Universidade de Lisboa) e Leonor Saraiva (IPS), de Paula Lampreia, presidente do Conselho Geral e diplomada do IPS, e Armando Gomes, diretor-geral da Lauak Portugal.

O referido debate centrou-se na crescente importância das soft skills (atributos pessoais), como o pensamento crítico e a capacidade de trabalhar em equipa, para singrar num mercado de trabalho cujo futuro não se conhece e que, em tempos de rápida transformação, se afigura totalmente imprevisível.

Por seu turno, o responsável da Lauak recordou os 11 anos de parceria estreita entre a empresa e o IPS, com reflexos na oferta formativa da instituição de ensino superior – uma pós-graduação, um curso técnico superior profissional e um ramo específico em aeronáutica da licenciatura em Engenharia Mecânica – bem como no quadro de pessoal da multinacional francesa em Portugal.

“Oitenta por cento dos nossos quadros superiores e 90 por cento dos nossos engenheiros são diplomados do IPS. O IPS é o nosso grande fornecedor de massa cinzenta”, referiu Armando Gomes, que não escondeu a vontade de “ir ainda mais longe nesta parceria”. 

Partilhe
ver mais