Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Economia
Trabalhadores da Autoeuropa aprovaram pré-acordo laboral
ana maria santos
2018-03-01 / 23:14
FONTE: CGTP
Os trabalhadores da Autoeuropa votaram esta quinta-feira um pré-acordo que prevê aumentos salariais de 3,2% para este ano, com um aumento mínimo de 25 euros, que lhes foi apresentado na última terça-feira pela Comissão de Trabalhadores em diversas reuniões plenárias.

Mais de 73% dos trabalhadores da Autoeuropa aprovaram hoje em referendo o novo acordo laboral, que prevê aumentos salariais de 3,2%, com um mínimo de 25 euros, disse à Lusa um elemento da Comissão de Trabalhadores.

O pré-acordo aprovado esta quinta-feira abrange um conjunto de questões que faziam parte do caderno reivindicativo da Comissão de Trabalhadores (CT), mas nada adianta em relação aos novos horários de trabalho que serão implementados a partir de agosto, quando a fábrica entrar num regime de laboração contínua.

Depois da rejeição de dois pré-acordos sobre os novos horários pela grande maioria dos trabalhadores, a administração e a CT decidiram deixar para mais tarde - abril ou maio - as negociações sobre os horários que deverão vigorar a partir de agosto.

Durante os próximos cinco meses deverá continuar em vigor o horário imposto por decisão administrativa da Autoeuropa, que estabelece as normas do trabalho ao sábado e respetivas contrapartidas remuneratórias, uma vez que não foi possível o entendimento sobre os novos horários para este primeiro semestre de 2018, disse a fonte.

Nos últimos meses, a fábrica de automóveis da Autoeuropa contratou cerca de 2.000 trabalhadores, tendo agora um efetivo de 5.700 trabalhadores, para dar resposta ao volume de produção previsto para o novo veículo Volkswagen T-Roc, com uma produção estimada de 240.000 unidades até final deste ano.

Por Lusa

Partilhe
ver mais