Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Economia
Um dos maiores porta-contentores do mundo atracou em Sines
ana maria santos
2018-08-03 / 16:12
FONTE: DR
O Madrid Maersk tem 399 metros de comprimento, 58,6 metros de boca (largura) e 196 mil toneladas de 'deadweight' (capacidade de peso que pode transportar). Aquele navio tem uma capacidade para transportar 20.568 TEU (medida-padrão equivalente a contentores com 20 pés de comprimento).

O Madrid Maersk, um dos maiores porta-contentores do Mundo está hoje atracado no Porto de Sines, sendo o maior navio de sempre que chega ao porto alentejano.

O gigante, que tem uma capacidade para transportar 20.568 TEU (medida-padrão equivalente a contentores com 20 pés de comprimento), integra o ‘top-10’ dos maiores porta-contentores do mundo e está inserido no serviço ‘SILK’, que liga o Extremo Oriente à Europa.

O Madrid Maersk zarpou do porto de Tanjung Pelepas, na Malásia, em direcção a Sines, sendo este o primeiro porto europeu escalado nesta viagem.

Após a operação, na qual está prevista a movimentação de mais de 4.000 TEU, seguirá para o norte da Europa, mais precisamente para o porto de Bremerhaven, na Alemanha.

O navio é operado pela aliança 2M que integra os dois principais armadores mundiais, a MSC – Mediterranean Shipping Company e a Maersk.

“Semanas depois do porto de Sines ter recebido o MSC Eloane, até ao momento, o maior porta-contentores a atracar no Terminal XXI e em portos nacionais, o recorde será ultrapassado pelo gigante Madrid Maersk, o primeiro de vários navios da segunda geração da classe Triple-E a ser entregue pelos estaleiros da Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering (DSME) à Maersk”, adianta um comunicado da APS – Administração do Porto de Sines.

De acordo com o documento, “a recepção dos maiores e mais modernos navios existentes no mercado atesta as características físicas e operacionais do Porto de Sines, e do Terminal XXI concessionado à APS, em estar presente nas principais rotas do ‘shipping’ internacional.

De referir que aquando do seu lançamento, em 2017, o Madrid Maersk foi o segundo navio a ultrapassar a fasquia dos 20.000 TEU.

Com: Jornal Económico

Partilhe
ver mais