Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Paula Santos
2017-09-01
Opinião
Da Festa do Avante à afirmação do projeto autárquico da CDU
Neste fim-de-semana milhares de pessoas de norte a sul do país e da Área Metropolitana de Lisboa dirigem-se à Região de Setúbal, para visitarem a Festa do Avante. Mais uma vez a região é palco da maior iniciativa político-cultural do país.

A Festa do Avante é amplamente reconhecida como espaço de convívio, de amizade, de fraternidade. Não é por acaso! É a Festa de Abril assente nos valores da liberdade, da democracia e da solidariedade. A Festa do Avante é construída pelo Partido Comunista português aberta a todos.

Há muito que se iniciou a preparação da Festa do Avante seja na sua construção com o contributo de milhares de militantes do PCP e dos muitos amigos, seja na sua promoção e divulgação junto da população.

São três dias onde a música, o teatro, as artes plásticas, o cinema, a dança, o desporto, o livro e o disco, a ciência, a animação de rua, a gastronomia, o artesanato têm lugar. Estará representada na Festa do Avante a cultura das diversas regiões do país. Da região de setúbal estarão presentes diversos grupos musicais, artistas plásticos, e dezenas de atletas e participantes de coletividades de desporto, cultura e recreio. Estarão igualmente presentes a gastronomia da região com o tradicional choco frito, os vinhos, os queijos e a doçaria.

Destaca-se nesta edição da Festa, a comemoração do Centenário da Revolução de Outubro, a 20ª edição da Bienal de Artes Plásticas e uma programação vasta e diversificada dirigida à infância.

No plano político, estarão presentes as propostas e o projeto político que o PCP apresenta aos trabalhadores e ao povo - a política patriótica e de esquerda - através das exposições e dos debates, onde serão discutidos temas como a produção nacional, emprego, precariedade direitos, segurança social, serviços públicos, libertação dos constrangimentos do euro, desenvolvimento regional, novas tecnologias, o projeto autárquico da CDU, o Centenário da Revolução de Outubro ou O Capital de Karl Marx.

No espaço da região de Setúbal é realçada a importância das frentes ribeirinhas, as propostas no âmbito da produção nacional, o emprego com direitos, o acesso à saúde, os transportes públicos de qualidade, a defesa da gestão pública da água e dos resíduos, contra a privatização de setores estratégicos e o desenvolvimento da luta da população e dos trabalhadores.

Destaque ainda para o projeto autárquico da CDU, as suas realizações e propostas, presente nos vários espaços da Festa.

A CDU distingue-se das demais forças políticas pelo trabalho realizado, pelas propostas que apresenta sempre com a perspetiva de melhorar as condições de vida das populações. Distingue-se também de todas as outras forças políticas pela forma de estar dos eleitos da CDU no exercício de cargos públicos, rejeitando qualquer tipo de benefício próprio.

O investimento nas infraestruturas, nos equipamentos, nos espaços verdes, na qualificação do espaço urbano, na educação, na juventude, na cultura e no desporto, na prestação de serviços públicos de qualidade, na defesa da gestão pública da água, saneamento e resíduos na península de Setúbal foi notável.

Nos últimos anos foi possível desenvolver algumas iniciativas de carácter regional como os Jogos do Futuro, o Festival da Juventude, a defesa do património natural do Parque Natural da Arrábida ou a construção do Plano de Desenvolvimento Integrado da Península de Setúbal.

A defesa dos direitos dos trabalhadores marcou a gestão autárquica da CDU, como foi exemplo a implementação das 35 horas de horário de trabalho.

Os candidatos da CDU aos órgãos autárquicos da Península de Setúbal são homens, mulheres e jovens conhecedores da realidade concreta e que conjuntamente com as populações e as demais entidades como o movimento associativo popular, a comunidade educativa, associações de reformados e de deficientes, o movimento associativo juvenil, as associações culturais, as associações humanitárias entre outras, procuram encontrar as soluções para os problemas existentes.

Desde sempre a CDU constituiu-se como um amplo espaço de participação de todos aqueles que aspiram por uma vida melhor, contando nas suas listas com uma presença de muitos e muitos independentes que se identificam com o projeto autárquico da CDU.

A CDU foi a força política que esteve ao lado das populações na luta e deu voz às suas reivindicações nomeadamente no acesso à saúde (a construção do Hospital no Seixal, a construção de novos centros de saúde e o reforço de profissionais de saúde) pela qualificação da Escola Pública (a construção dos pavilhões gimnodesportivos onde faltam, a requalificação do parque escolar degradado e o reforço de assistentes operacionais e técnicos),  por melhores transportes públicos e acessibilidades, pela implementação do passe social que abranja toda a área da península e todos os meios de transporte, entre outros.

A CDU foi a força política que combateu a brutal ofensiva contra o Poder Local Democrático. PSD e CDS encetaram um ataque sem precedentes – ingerência na autonomia do poder local, imposição da asfixia financeira, redução do número de trabalhadores e extinção de freguesias. E se nestas eleições autárquicas as freguesias roubadas não foram devolvidas onde fosse essa a vontade da população foi porque PS, PSD e CDS não quiseram. O PCP honrou o compromisso que assumiu e levou à Assembleia da República uma proposta para a reposição das freguesias extintas de acordo com a vontade das populações. PS, PSD e CDS impediram a aprovação desta proposta. Também nesta matéria, a CDU é a força política que está em melhores condições para defender os interesses das populações.

A CDU tem provas dadas em cada freguesia e em cada concelho da Península de Setúbal (em maioria e em minoria). Trabalho, Honestidade e Competência é o nosso lema.

Por isso, há muitas razões para confiar na CDU e reforçar a CDU!

Paula Santos