Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
País
Farmácias recolhem medicamentos para ajudar instituições
ana maria santos
2018-02-17 / 12:19
FONTE: Sapo
Mais de duas centenas de farmácias, 19 das quais no distrito de Setúbal, estão a recolher fármacos, durante o dia de hoje, 17 de Fevereiro, para ajudar instituições de solidariedade social.

O Banco Farmacêutico promove este sábado mais uma recolha de medicamentos, uma iniciativa que conta com o apoio de 230 farmácias de todo o país e se destina a apoiar os utentes de 100 instituições de solidariedade social.

Seiscentos voluntários vão estar, entre as 09:00 e as 19:00, nas farmácias a recolher os medicamentos não sujeitos a receita médica e produtos de saúde que serão depois distribuídos pelas instituições de solidariedade, uma iniciativa semelhante à do Banco Alimentar contra a Fome.

Cada farmácia está alocada a uma instituição, que pode ser um lar de terceira idade, um centro paroquial, uma casa de acolhimento de crianças em risco, e recolhe os medicamentos consoantes as necessidades específicas da associação, disse à agência Lusa a porta-voz do Banco Farmacêutico, Ana Formigal.

Ana Formigal explicou que o objetivo é colmatar as necessidades e não haver excesso de produtos que não interessam à instituição, uma situação que as “pessoas valorizam muito”.

Com esta iniciativa, “estamos a abranger milhares de pessoas carenciadas”, que de outra forma não tinham possibilidade de adquirir estes medicamentos.

Os medicamentos doados têm de ser novos, seguros, de qualidade e que não tenham saído do circuito do medicamento, ou seja, são apenas aceites medicamentos dispensados nas farmácias.

A iniciativa nasceu “muito modestamente” há 10 anos nos distritos de Lisboa e Setúbal. Desde então, “temos vindo sempre a crescer, o que é importante porque conseguimos angariar mais medicamentos e alertar as pessoas para esta necessidade e envolver os voluntários no trabalho social”, disse Ana Formigal.

Nas nove edições anteriores, o Banco Farmacêutico entregou um total de 82 mil medicamentos e produtos de saúde a diversas instituições de solidariedade social.

Em 2017 conseguiu angariar um total de 14.000 medicamentos, com o valor estimado de 56 mil euros, uma “subida bastante significativa face aos anos anteriores”.

Farmácias aderentes no distrito de Setúbal

No distrito de Setúbal aderiram a esta campanha os seguintes estabelecimentos:

Almada - Farmácia Almeida Araújo; Farmácia Brasil; Farmácia Cerqueira; Farmácia do Bairro e Farmácia Marisol.

Barreiro - Farmácia Parreira; Farmácia Santa Marta e Farmácia Silveira.

Seixal - Farmácia Abreu Cardoso; Farmácia Central da Amora; Farmácia do Vale; Farmácia Fonseca; Farmácia Sousa Marques e Farmácia Pinhal de Frades.

Sesimbra - Farmácia da Cotovia e Farmácia Bio-Latina.

Setúbal - Farmácia Brasil; Farmácia Cunha Pinheiroe Farmácia Portugal.

Partilhe
ver mais