Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Política
Programa Nosso Bairro, Nossa Cidade vai ser distinguido pela Associação Internacional das Cidades Educadoras
ana maria santos
2018-11-13 / 19:21
FINTE: JFSS
O programa Nosso Bairro, Nossa Cidade, dinamizado pela Câmara Municipal de Setúbal, com acções de melhoria da qualidade de vida no território da Bela Vista, é distinguido esta sexta-feira pela Associação Internacional de Cidades Educadoras.

O prémio “Boas Práticas” é atribuído no XV Congresso Internacional de Cidades Educadoras, que a associação dinamiza, até sexta-feira, no Centro de Congressos do Estoril, em cerimónia agendada para as 10.45 horas, na qual marca presença a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira.

A distinção ao Nosso Bairro, Nossa Cidade, a decorrer desde 2012 em cinco bairros da zona da Bela Vista, reconhece o potencial educador do programa e enaltece o contributo para a transformação da cidade através da capacitação dos munícipes para a construção de uma comunidade com mais qualidade de vida.

O programa municipal, que envolve residentes, serviços autárquicos e perto de trinta entidades sediadas no território, engloba os bairros da Bela Vista, da Alameda das Palmeiras, do Forte da Bela Vista, das Manteigadas e da Quinta de Santo António.

O Nosso Bairro, Nossa Cidade estabelece que as acções a realizar devem ser protagonizadas pelos moradores, gerando a participação das pessoas nas decisões que a elas e à sua comunidade dizem respeito, com o objectivo de promover a autonomia, a responsabilidade e o crescimento colectivo.

As pessoas, organizadas em grupos, participam nas decisões e também nas tarefas inerentes à execução das acções, numa lógica de formação de lideranças e de mobilização popular.

SMCI/CMS

Partilhe
ver mais