Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Política
Utilização de herbicida: Bloco de Esquerda questiona autarquia do Barreiro
ana maria santos
2018-05-14 / 16:22
FONTE: Youtube
A Distrital de Setúbal do Bloco de Esquerda, através do seu Grupo Parlamentar, questionou o presidente da Câmara Municipal do Barreiro sobre a falta de protecção dos trabalhadores que aplicam herbicida glifosato no Cemitério do Lavradio.

Através do presidente da Assembleia da República, o grupo parlamentar do Bloco de Esquerda questionou o presidente da Câmara Municipal do Barreiro, sobre “denuncias” que relatam que aquela autarquia, “ou uma empresa que presta o serviço à autarquia, está a aplicar o herbicida glifosato sem que os trabalhadores tenham o devido equipamento de protecção”.

A mesma denuncia, refere o BE, dá conta de que no cemitério do Lavradio “foi aplicado herbicida com a marca comercial “Sereno” por trabalhadores que não possuíam material de protecção ou barreira de contenção, nomeadamente óculos, máscaras, luvas ou mesmo fatos”, lembrando que o glifosato é “um composto cancerígeno em animais e provavelmente cancerígeno em humanos”.

Perante a denúncia revebida, os bloquistas sublinham que, de acordo com o princípio da protecção integrada “devem ser estudadas várias formas – químicas e não químicas – para o controlo de espécies vegetais de forma a escolher o melhor método” e que o seu uso no espaço público é, no que respeita à saúde pública, de enorme sensibilidade, factos pelos quais requerem à autarquia do Barreiro resposta para as seguintes questões: “são os trabalhadores da autarquia ou de que entidade a proceder a este serviço no município do Barreiro?; os trabalhadores que executam essa aplicação têm material de protecção e estão devidamente formados e certificados para o efeito?; em 2017 qual a quantidade de herbicida com glifosato que foi utilizada nos espaços públicos no município do Barreiro?; é aplicado herbicida com glifosato nos cemitérios sitos no município?”.

Partilhe
em destaque
Bloco de Esquerda reuniu com “Plataforma Cívica Aeroporto BA6-Montijo Não”
Semana Europeia da Mobilidade: Palmela promove Curso de Eco-condução
Setúbal: aumentam as temperaturas e o risco de incêndio
Grécia: GNR auxilia 17 migrantes na ilha de Lesvos
ver mais