Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Região
GNR de Setúbal: quatro pessoas detidas e duas identificadas no espaço de 24 horas
ana maria santos
2018-12-11 / 23:36
FONTE: GNR
Elementos da GNR dos vários postos territoriais do Comando Territorial de Setúbal, detiveram, entre domingo e o dia de ontem, quatro pessoas por vários tipos de crimes. No mesmo espaço de tempo foram ainda identificadas outras duas.

A primeira destas detenções ocorreu domingo, 9 de Dezembro, em Grândola, altura em que foram detidos, em flagrante delito, dois indivíduos, com 21 e 39 anos, por tráfico de estupefacientes.

As detenções ocorreram na sequência de um inquérito que durou cerca de cinco meses, na sequência do qual os militares interceptaram os dois suspeitos na A2, naquela localidade. No local, foi realizada uma busca em veículo tendo sido detectada uma grande quantidade de cocaína.

Na sequência das referidas detenções, foi realizada ainda uma busca domiciliária, bo decorrer da qual foram apreendias 298 doses de cocaína, oito doses de haxixe, diversos artigos utilizados para o acondicionamento de produto estupefaciente, uma balança de precisão, um veículo ligeiro, quatro telemóveis, quatro munições de diversos calibres e 366 euros em numerário.

Ontem, 10 de Dezembro, militares do Posto Territorial da Costa de Caparica, detiveram um menor de 17 anos, por furto de veículo e condução sem habilitação legal, naquela localidade.

A detenção ocorreu na sequência de uma acção de patrulhamento, que contou ainda com o apoio do Posto Territorial da Trafaria, altura em que os militares detectaram um veículo, com cinco ocupantes, cujo condutor adoptou um comportamento suspeito, acelerando sem motivo aparente ao se cruzar com a patrulha. Ao ser dada ordem de paragem, o suspeito colocou-se em fuga, tendo sido imobilizado após alguns quilómetros, verificando-se que a viatura tinha sido furtada dois dias antes, na localidade de Charneca da Caparica.

Dois dos cinco ocupantes da viatura colocaram-se em fuga apeada, tendo acabado por ser interceptados pelos militares.

Um dos passageiros, de 19 anos, acabou por ser detido por tráfico de estupefacientes, tendo na sua posse 18 doses de haxixe. Ambos os detidos foram constituídos arguidos e sujeitos à medida de coacção de Termo de Identidade e Residência.

Igualmente ontem, o Destacamento Territorial de Grândola, apreendeu 101 peças de vestuário e calçado contrafeito,  numa operação de fiscalização ao mercado mensal de Grândola.

Tendo como objectivo detectar infracções no âmbito do regime de bens em circulação e de combate à contrafacção, os militares fiscalizaram o recinto da feira e as actividades de comércio, tendo identificado um individuo, de 32 anos, por estar na posse de artigos contrafeitos, os quais teriam um valor estimado de cerca de três mil euros.

Aquela operação contou com o apoio de militares do Destacamento de Intervenção de Setúbal.

Ainda no decorrer do dia de ontem, 10 de Dezembro, a Unidade de Controlo Costeiro, através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Fonte da Telha, apreendeu 3.500 quilos de bivalves da espécie "ruditapes philippinarum", vulgarmente conhecida como amêijoa-japonesa, na localidade de Samouco, Montijo.

A apreensão ocorreu no âmbito de uma acção de fiscalização às actividades piscatórias, nomeadamente, à capctura ilegal de moluscos bivalves vivos, durante a qual os militares detectaram e identificaram uma mulher, de 24 anos, que se encontrava na posse de bivalves já capturados no Estuário do Tejo.

Os bivalves foram apreendidos por estar totalmente interdita a captura desta espécie, tendo sido devolvidos ao seu habitat natural.

De referir que a captura daquele tipo de bivalves, sem que os mesmos sejam sujeitos a depuração ou ao controlo higiossanitário, pode colocar em causa a saúde pública, caso sejam introduzidos no consumo, devido à possível contaminação com toxinas.

A ameijoa apreendida, no mercado de consumo, poderia atingir um valor de 35 mil euros.

Entretanto, e ainda no decorrer do dia de ontem, o Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Palmela, deteve um homem de 40 anos, naquela localidade, pela prática de nove crimes de roubo a pessoas idosas, com idades compreendidas entre os 70 e os 85 anos, nos concelhos de Palmela, Montijo e Sesimbra.

A acção decorreu no âmbito de uma investigação, que durava há cerca de seis meses, tendo sido dado cumprimento a um mandado de detenção e a uma busca domiciliária, onde o suspeito tinha como modus operandi abordar os idosos, junto das suas residências, com o intuito de pedir informações e no momento em que as vitimas estavam distraídas a dar as indicações solicitadas, efectuava os roubos através do método do esticão, levando bens em ouro e colocando-se de seguida em fuga.

O suspeito, com vários antecedentes criminais, nomeadamente, roubos, furtos e tráfico de estupefacientes, está detido nas instalações da GNR e será presente amanhã, dia 12 de Dezembro, no Tribunal Judicial da Comarca de Setúbal.

Partilhe
ver mais