Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Região
GNR: Nove pessoas detidas por tráfico de droga e furto
ana maria santos
2018-08-07 / 18:49
FONTE: CTS/GNR
O Comando Territorial de Setúbal deteve ontem, 6 de Agosto, nove pessoas, entre os quais uma mulher, por tráfico de estupefacientes e por furto de 400 quilos de cortiça. As detenções ocorreram no Montijo e em Alcácer do Sal.

O Núcleo de Investigação Criminal do Montijo deteve quatro homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 25 e 45 anos, no Montijo, por tráfico de estupefacientes.

As detenções, que ocorreram ontem, realizaram-se no âmbito de uma investigação que decorre há cerca de um ano, culminando na realização de cinco buscas domiciliárias e dez em veículos e armazéns, durante as quais foram apreendidas 678 doses de haxixe, 27 doses de MDMA, cinco doses de cocaína, 51 telemóveis, 3.528 euros em numerário, uma nota com o valor facial de 100 euros falsa, oito facas utilizadas no corte de estupefaciente, quatro computadores portáteis, um televisor, um punhal, um GPS, uma balança de precisão e uma arma de ar comprimido.

Dois daqueles detidos já tinham antecedentes pelo mesmo tipo de crime e amanhã, 8 de Agosto, todos serão presentes nos serviços da 3.ª Secção de Instrução Criminal no Barreiro.

Em Alcácer do Sal, igualmente ontem, militares do Posto Territorial daquela localidade, detiveram, em flagrante delito, quatro indivíduos por furto de 400 quilos de cortiça, na Herdade da Barrosinha.

Os indivíduos, com idades compreendidas entre os 16 e os 63 anos, seguiam os tiradores de cortiça e juntavam pedaços da mesma, os quais amontoavam em sítios estratégicos para posterior carregamento. Furtavam também pranchas de cortiça, com um preço de mercado estimado entre os 30 e os 40 euros a arroba (medida equivalente a cerca de 15 quilos), no âmbito da ocorrência foi ainda apreendido um veículo ligeiro de mercadorias que era utilizado no furto.

Os detidos foram constituídos arguidos e presentes ao Tribunal de Grândola, ficando sujeitos à medida de coacção de Termo de Identidade e Residência.

Partilhe
ver mais