Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Região
Grândola: sete homens detidos por suspeita de 30 furtos em residências no distrito de Setúbal
ana maria santos
2018-12-05 / 17:08
FONTE: GNR
A GNR de Grândola deteve, até ao momento, sete homens, com idades compreendidas entre os 27 e os 66 anos, por suspeita de terem sido autores de vários furtos no interior de residências situadas em várias áreas do distrito de Setúbal, bem como do crime de receptação de objectos furtados.

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Grândola, do Comando Territorial de Setúbal, deteve, entre os dias 28 de Novembro e ontem, 4 de Dezembro, sete homens, com idades compreendidas entre os 27 e os 66 anos, por serem fortemente suspeitos de vários furtos qualificados em interior de residências (nas quais entravam, maioritariamente, por escalamento), na área do distrito de Setúbal, bem como, outros dos detidos, pelo crime de receptação dos artigos furtados.

As primeiras detenções decorreram no âmbito de uma investigação, que tinha tido início em Agosto do corrente ano, na sequência da qual foram realizadas cinco buscas domiciliárias, duas buscas em armazéns e uma busca em viatura, as quais contaram com militares do Destacamento de Intervenção de Setúbal e do Núcleo de Protecção Ambiental de Setúbal.

Na sequência das referidas buscas, a GNR de Grândola apreendeu 12 doses de cocaína, sete doses de haxixe, 8 mil quilos de pinha de pinheiro manso, uma viatura, três telemóveis, duas carabinas pressão de ar, uma carabina pressão de ar, uma salamandra de aquecimento, uma moca de madeira (arma proibida), oito portadas de alumínio, uma máquina de lavar loiça, um frigorífico e um forno de cozinha eléctrico.

Nessa primeira acção de buscas foi ainda encerrado um operador de gestão de resíduos (sucateira) por fazer a receptação de material furtado.

Entretanto, e na sequência da mesma investigação, a GNR de Grândola realizou ontem 4 de Dezembro, mais duas buscas domiciliárias e duas buscas em viaturas, que culminaram na apreensão de duas viaturas ligeiras de passageiros.

Segundo adiantou ao Jornal Gazeta Setubalense  o capitão Celso Pereira, comandante do Destacamento Territorial de Grândola, os sete indivíduos detidos são todos de nacionalidade portuguesa, “não actuavam em rede, sendo que alguns praticavam os crimes individualmente e outros de forma mais organizada”. Em comum tinham o local onde o material furtado era receptado.

Dos sete individuos detidos, cinco foram presentes, em data anterior, aos tribunais judiciais de Setúbal e Grândola, tendo três deles ficado com a medida de coacção de prisão preventiva, outros três com apresentações semanais no posto da sua área de residência e um outro com Termo de Identidade e Residência.



Partilhe
ver mais