Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Emprego Saúde Ambiente Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Região
Montijo aprovou a criação de equipas de intervenção permanente para os bombeiros
ana maria santos
2019-04-04 / 16:26
FONTE: CMM
A Câmara Municipal do Montijo aprovou ontem, por unanimidade e em reunião ordinária, protocolos de colaboração entre aquele município, a Autoridade Nacional de Protecção Civil e as duas associações humanitárias de bombeiros voluntários do concelho para a criação de Equipas de Intervenção Permanente (EIP) destinadas ao socorro das populações.

Os protocolos traduzem as condições de contratação, funcionamento e manutenção daquelas equipas, onde serão criadas duas EIP’s, uma na corporação dos Bombeiros Voluntários do Montijo e outra nos Bombeiros Voluntários de Canha, cada uma delas com cinco bombeiros.

Os elementos das EIP’s serão contratados pelas associações de bombeiros, ficando a Autoridade Nacional de Protecção Civil e a Câmara Municipal do Montijo responsáveis, em partes iguais, pelos custos decorrentes da remuneração dos referidos elementos que, no caso em concreto, para o município do Montijo representa um investimento de cerca de 50 mil 754 euros.

As Equipas de Intervenção Permanente terão como missão assegurar o socorro às populações em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os acidentes ou catástrofes. A sua existência está consagrada na legislação em vigor, indo ao encontro do programa do actual Governo que contempla medidas de valorização e reforço da profissionalização das corporações de bombeiros, procurando melhorar a eficiência do dispositivo de protecção civil.

Na referida reunião camarária foi igualmente aprovado, por unanimidade, um apoio financeiro de 51 mil 103 euros aos Bombeiros Voluntários de Canha para a aquisição de uma nova ambulância de socorro devidamente equipada com rádio SIRESP, desfibrilhador automático externo e monitor de parâmetros vitais.

Partilhe
ver mais