Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Região
Oito projectos presentes no concurso de bandas amadoras de Palmela
ana maria santos
2018-02-08 / 15:43
FONTE: Youtube
Oito projectos musicais da região disputam o Warm Up " Março a Partir" – Concurso de Bandas Amadoras de Palmela, cuja primeira eliminatória irá decorrer a 17 de Fevereiro na Sociedade Filarmónica Humanitária

Os projectos musicais apurados para o Warm Up “Março a Partir” irão apresentar-se em vários espaços culturais do concelho de Palmela, estando a primeira eliminatória agendada para as 22 horas de 17 de Fevereiro, na Sociedade Filarmónica Humanitária.

A mesma conta com a participação dos Chocolate Negro, Rick D & Dy Lan, 4º4 e os Claraboia, enquanto que a  animação estará a cargo dos convidados Alexandre Silva & Os Impróprios, terceiros classificados na edição de 2017 e banda do concelho mais votada, naquele ano.

A segunda eliminatória irá realizar-se a 23 de Fevereiro, igualmente às 22 horas, no Centro Cultural de Poceirão e na qual participam Diogo Guima, Rivertied, Persona 77 e os Paper Hearts. A banda convidada são os Melgazarra.

A eliminatória final decorre a 3 de Março, no Espaço ContraFacção, em Pinhal Novo, na qual estarão presentes os quatro projectos finalistas, estando a animação a cargo dos Anarchicks.

O “Março a Partir” é organizado pelo município de Palmela, com associações juvenis, no âmbito do grupo de trabalho. O concurso tem como objectivo principal a promoção da música moderna portuguesa, proporcionando visibilidade e oportunidades de palco a projectos musicais amadores da região e, em particular, do concelho de Palmela.

Os prémios a atribuir este ano têm o valor de 400 euros para o primeiro lugar, o segundo classificado receberá 200 euros, o terceiro 100 euros e o quarto 50 euros. A banda do concelho de Palmela melhor classificada representará o município no Festival Liberdade 2018.

Partilhe
em destaque
Râguebi: Portugal-Suíça realiza-se amanhã em Setúbal
Chama da Solidariedade chegou ao concelho da Moita
IPS: Projecto Vocologia do Fado publica estudo científico na Create Space
Setúbal: rua Tenente Valadim fechada ao trânsito
ver mais