Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Região
Operação “VUCA”: PJ de Setúbal deteve cinco homens por homicídio qualificado
ana maria santos
2018-12-13 / 14:22
FONTE: PJ
Cinco homens, com idades compreendias entre os 31 e os 58 anos de idade, foram detidos pela Polícia Judiciária de Setúbal, por suspeita da prática dos crimes de homicídio qualificado, na forma tentada, e detenção de arma proibida.

A Polícia Judiciária informou hoje, em comunicado, que o Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, com a colaboração da Directoria de Lisboa e Vale do Tejo e da Unidade Nacional Contra Terrorismo, “identificou, localizou e procedeu à detenção de cinco homens, com idades compreendidas entre os 31 e os 58 anos, por sobre eles recaírem fortes indícios da prática dos crimes de homicídio qualificado, na forma tentada, e detenção de arma proibida”.

Segundo o mesmo comunicado, os factos que deram origem à investigação tiveram lugar na madrugada do passado dia 28 de Agosto, no concelho do Montijo, quando os autores, munidos de armas de fogo, “invadiram a propriedade de um seu familiar e efectuaram vários disparos para o interior da residência, onde se encontrava um casal e o filho menor de idade, logrando atingir o principal alvo, na cabeça e no tronco, posto o que se colocaram em fuga”.

Na sequência da investigação, foram realizadas, ontem, duas dezenas de buscas domiciliárias e não domiciliárias nos distritos de Setúbal, Lisboa e Santarém, altura em que foram apreendidas 5 armas de fogo, entre outros elementos relacionados com os crimes referidos.

Os detidos serão hoje presentes a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coacção tidas por adequadas.

Partilhe
ver mais