Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Região
Palmela: municípios da Arrábida reunidos para analisar projectos intermunicipais em curso
ana maria santos
2019-02-11 / 15:58
FONTE: CMP
O Grupo Intermunicipal Sesimbra - Palmela - Setúbal realizou, na passada semana, na Biblioteca Municipal de Palmela, uma reunião de eleitos, técnicos e grupos de trabalho, na qual os três municípios que partilham o território da Serra da Arrábida voltaram a reflectir sobre os projectos intermunicipais em curso, apoiados por fundos comunitários.

Os três municípios têm a decorrer quatro projectos comuns, que estão integrados no Pacto de Desenvolvimento e Coesão Territorial da Área Metropolitana de Lisboa e representam um investimento global superior a 9 milhões de euros, cofinanciados pelo POR Lisboa 2020, através do FEDER e do FSE, em 50 por cento. Os projectos abrangem as áreas do património natural e cultural, turismo, transportes, acessibilidades, mobilidade suave e inclusão social e reflectem uma estratégia comum de desenvolvimento para o território da Arrábida e da Península de Setúbal.

O Prarrábida - Conservação, valorização e promoção do património histórico, cultural e natural da Arrábida tem como objectivo sustentar a atractividade turística do território, com base na salvaguarda e valorização do seu património. No concelho de Palmela, contempla a implementação das acções espaços de lazer e bem-estar Serra do Louro ÓCUBO e Sítios arqueológicos - Grutas de Quinta do Anjo e Alto da Queimada (já concretizadas); CAFA - Castelo de Palmela; Janela da Arrábida Palmela - Espaço Fortuna; Património edificado - Convento de São Paulo (AMRS); Património natural - Quinta Pedagógica de São Paulo (AMRS) e À Descoberta da Serra - percursos pedestres.

O Ciclop 7 - Rede Ciclável e Pedonal da Península de Setúbal aposta na exploração do conceito de mobilidade suave e de conexão intermodal, a partir das principais estações rodoferroviárias e marítimas-fluviais, valorizando a utilização da bicicleta e do pedonal como meios de transporte. Em Palmela, está já em curso a construção da segunda fase da Ecopista de Pinhal Novo e da primeira fase da Ciclovia de Quinta do Anjo.

O projeto HUB10 - Plataforma Humanizada de Conexão Territorial, pretende optimizar a EN 10 como eixo estratégico, sob a perspectiva integrada do território metropolitano. No concelho de Palmela, está a decorrer a construção de uma rotunda e a beneficiação do troço norte da Estrada dos Quatro Castelos, em Vila Amélia, Quinta do Anjo.

A candidatura PRIA - Percursos em Rede para a Inclusão Activa, que aguarda ainda aprovação, visa aumentar a qualidade de vida e diversificar a oferta de serviços e de respostas sociais, culturais e educacionais, dirigidas, em especial, à população de idade maior. Em Palmela, prevê a criação de um Observatório Sénior e de uma Viatura médico-social e teleassistência, bem como outras acções comuns aos três nunicípios (visitas temáticas, actividades lúdicas e culturais, actividades físicas, intercâmbios e trocas de experiências, actividades intergeracionais, entre outras).

O resultado, sem precedentes, desta união territorial será, em breve, apresentado publicamente, em data a anunciar, com o lançamento da Marca que agrega a estratégia comum de desenvolvimento para o território da Serra da Arrábida e da Península de Setúbal.

Partilhe
ver mais