Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Região
Setúbal: Dádivas ao Banco Alimentar Contra a Fome diminuíram
ana maria santos
2017-05-29 / 08:50
FONTE: Banco Alimentar
O Banco Alimentar Contra a Fome realizou, no último fim-de-semana, uma recolha de alimentos destinados a serem distribuídos por famílias carenciadas. Na área abrangida pela delegação de Setúbal, o número de dádivas diminuiu em 2,2 toneladas e aumentou (5.563) o número de pessoas beneficiárias da mesma.

Terminou ontem, 28 de Maio, mais uma recolha de âmbito nacional do Banco Alimentar Contra a Fome, iniciativa que tem como objectivo a prestação de apoio, a nível alimentar, a pessoas carenciadas ou em situação de exclusão social.

Na área abrangida pela delegação de Setúbal do Banco Alimentar (Península de Setúbal e Litoral Alentejano), a campanha deste ano teve um saldo negativo, comparativamente com o mesmo período do ano anterior, uma vez que foram recolhidas menos 2,2 toneladas de alimentos (176,8) do que em 2016 (179), muito embora tenha aumentado o número de pessoas a quem é prestado apoio alimentar.

Com efeito, em 2016 o Banco Alimentar de Setúbal tinha protocolos de apoio regular celebrados com 131 instituições de solidariedade social, através das quais prestava ajuda a 15.607 pessoas, enquanto este ano são 132 as instituições abrangidas pelo Banco Alimentar, com protocolos de apoio regular a 21.170 pessoas, para além de 28 outras instituições, sem acordo de parceria e apoiadas de forma extra e pontual, que abrangem 13.842 pessoas.

A campanha deste ano contou com a participação de cerca de 2.500 voluntários, distribuídos por 180 superfícies comerciais da área de Setúbal e Odemira, que estiveram nas recolhas nos supermercados, nos transportes dos alimentos e no acondicionamento dos mesmos nos armazéns de Palmela e Santo André.

Partilhe
em destaque
Chama da Solidariedade foi entregue a Setúbal
Setúbal: Definidas regras de selecção ao acesso e atribuição de habitação municipal
Câmara de Setúbal assume gestão das praias da Arrábida
Cerca de 19 quilos de cocaína apreendidos no Montijo
ver mais