Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Região
Valorização do território: municípios da Arrábida reunidos para aprofundar visão comum
ana maria santos
2018-03-13 / 12:04
FONTE: CMP
Os presidentes das Câmaras Municipais de Setúbal, Maria das Dores Meira, de Palmela, Álvaro Amaro e de Sesimbra, Francisco Jesus, estiveram reunidos, no final da semana passada, na Sala Polivalente da Biblioteca Municipal de Sesimbra, para fazer o ponto de situação dos projectos conjuntos que estão a ser desenvolvidos, no âmbito da sua estratégia territorial integrada, centrada na Arrábida.

O encontro daqueles responsáveis autárquicos, que passará a ter maior regularidade, sublinha o compromisso assumido pelos três municípios na valorização do território e na melhoraria da qualidade de vida das populações da região da Arrábida.

Os três municípios reforçaram o compromisso e a estratégia comum para a implementação de projectos nas áreas da mobilidade, acessibilidades, património e intervenção social, no âmbito do Portugal 2020, num investimento global superior a 9 milhões de euros.

Naquela reunião foi ainda feita uma abordagem técnica e de planificação dos investimentos promovidos por cada município, que incluiu apresentações pelos respectivos técnicos do Grupo de Trabalho Intermunicipal que acompanham os projectos cofinanciados pelos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento (FEEI), no âmbito do Portugal 2020.

O compromisso comum consubstancia-se em quatro grandes projectos estruturantes, incorporados no Pacto de Desenvolvimento e Coesão Territorial da Área Metropolitana de Lisboa e nos Planos Estratégicos de Desenvolvimento Urbano de cada um dos municípios, abrangendo áreas tão diversas como o património natural e cultural, a mobilidade suave e os trajectos em contexto urbano e a promoção do bem-estar e da qualidade de vida das comunidades locais, nomeadamente o PRARRÁBIDA, Conservação, Valorização e Promoção do Património Histórico, Cultural e Natural da Arrábida - que inclui a requalificação do património, a criação de percursos turísticos, a criação e consolidação de estruturas de apoio aos visitantes e a promoção turística; o HUB 10 - Plataforma Humanizada de Conexão Territorial - que engloba uma intervenção em torno da EN10 e da sua conectividade intermodal; o CICLOP 7 - Rede Clicável e Pedonal da Península de Setúbal - que prevê a construção de troços de ciclovias e de percursos pedonais de ligação entre áreas urbanas e periurbanas, valorizando a conectividade interconcelhos e o PRIA - Percurso em Rede para a Inclusão Activa - que assenta no desenvolvimento de abordagens comunitárias partilhadas e de respostas sociais mais inclusivas, face aos desafios que se colocam às comunidades locais.

Algumas das intervenções já foram candidatadas aos avisos publicitados pelo Programa Operacional Regional de Lisboa 2020 e encontram-se em execução, enquanto outras estão em fase de submissão de candidaturas ou a aguardar a abertura dos respectivos avisos.

Os referidos projectos são cofinanciados em 50 por cento pelo POR Lisboa 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e do Fundo Social Europeu (FSE). Além das operações já estruturadas e das medidas em execução, foram projectadas outras áreas de intervenção no âmbito do Portugal 2020.

No final do encontro foi reiterado o compromisso dos três municípios de continuarem a trabalhar em conjunto na consolidação da estratégia partilhada e da visão comum referente à valorização e promoção da centralidade Arrábida.

Partilhe
ver mais