Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Região
Violência doméstica: homem detido por agressão a menores
ana maria santos
2018-09-07 / 18:18
FONTE: DR
Um homem, de 29 anos, foi detido ontem, no Barreiro, por agressão a dois menores, num cenário de violência doméstica.

Ontem, cerca das 21.30 horas, a PSP do Barreiro foi alertada para uma situação registada numa residência, no interior da qual se encontrava um indivíduo a destruir todo o seu conteúdo.

Já no local, os agentes constataram a existência de som de vidros e louças a partir, bem como o choro de crianças, facto pelo qual, e com o apoio de uma das vítimas, a mãe dos menores, conseguiram entrar no interior da casa e onde se depararam com o chão coberto de vidros e com a existência de dois menores que apresentavam vários hematomas no rosto, em consequência das agressões sofridas.

Para o local foi solicitada a presença do INEM que, ainda no local, prestou assistência aos dois menores e à mãe, acabando por transportar os mesmos para assistência hospitalar.

Entretanto, o indivíduo saltou da janela da cozinha para o páteo e escondeu-se debaixo de uma viatura, onde foi encontrado pelos agentes.

Ao ser detectado, o sujeito “manteve sempre um comportamento agressivo para com os elementos, tentando agredi-los fisicamente, assim como, proferindo injurias e ameaças para com os mesmos”, pelo que acabou detido, refere o Comando Distrital de Setíbal da PSP, em comunicado.

Segundo a mesma nota de imprensa, tanto no transporte, como no interior da esquadra, o detido “continuou com um comportamento hostil e agressivo, agredindo-se a si próprio”, pelo que “foi chamado o INEM que assistiu o detido, no interior da esquadra, sendo que, o mesmo recusou ir ao Hospital”.

O detido vai ser presente a Tribunal.

Partilhe
ver mais