Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Saúde
"7 Dias do Coração": rastreios cardiovasculares decorrem na placa central da avenida Luisa Todi
ana maria santos
2018-05-09 / 17:41
FONTE: SMCI/CMS
Uma iniciativa de rastreios cardiovasculares, que sensibiliza para a importância da informação e educação para a saúde, é proporcionada gratuitamente à população no "7 Dias do Coração", a decorrer até sexta-feira na Avenida Luísa Todi, em Setúbal.

O evento, na oitava edição, teve início esta manhã e, como habitualmente, centra atividades na placa central da Avenida Luísa Todi, num circuito com rastreios de riscos cardiovasculares e que, em simultâneo, fomenta nos participantes a necessidade de uma maior educação para a saúde.

Depois de uma inscrição na área de secretariado, Maria de Fátima, de 78 anos, espera com o marido na fila já com perto de uma dezena de utentes para a avaliação de obesidade/nutrição, a primeira paragem do circuito instalado no espaço público ao qual vem pela primeira vez.

"Estávamos de passagem e resolvemos vir. Somos seguidos na cardiologia mas precisávamos de ver algumas coisas, nomeadamente os valores de diabetes e colesterol, e por isso aproveitámos", explica a septuagenária, adiantando que a visita serve apenas para "ver se está tudo bem".

Ao lado, Leopoldo Guimarães, igualmente com 78 anos, partilha do discurso da mulher. "É só para ver se está tudo em ordem", salienta, para depois enaltecer a iniciativa da Liga dos Amigos do Serviço de Cardiologia do Hospital de São Bernardo, com a colaboração da Câmara Municipal de Setúbal. "É uma ideia de país evoluído."

Já despachado da primeira avaliação está Ricardo Alves, de 68 anos, já à conversa com a profissional de serviço para avaliar o risco de hipertensão arterial. Descontraído enquanto é feita a medição, revela que não tem registo de problemas cardíacos. "Ainda assim, por precaução, não custa nada ver."

O circuito do "7 Dias do Coração", aberto das 10h00 às 17h00, contempla ainda passagens por consultas para avaliação de riscos como a diabetes, o colesterol, o tabagismo e a fibrilhação auricular/hipocoagulação, assim como por espaços mais direcionados à educação para a saúde e de promoção de estilos de vida saudáveis.

O exercício físico e uma nutrição mais adequada são exemplos de boas práticas que os profissionais de saúde procuram fomentar nos utentes que participam na iniciativa, assim promover um maior conhecimento e informação sobre doenças coronárias e insuficiência cardíaca.

A necessidade de uma maior educação para a saúde é, de acordo com a médica assistente graduada sénior de Cardiologia Quitéria Rato, um dos imperativos do atual paradigma. "É fundamental divulgar e informar sobre saúde. É isto que nos move", explica sobre a iniciativa que "aproxima o Centro Hospitalar de Setúbal da população".

As doenças cardíacas, aponta Quitéria Rato, "continuam a ser a principal causa de mortalidade em Portugal, apesar da diminuição registada". Ainda assim, defende, que é preciso mais prevenção. "É uma estratégia económica mas para a qual ainda se investe pouco quando comparada com os gastos de tratamentos."

Apesar de a prevenção ser uma lacuna a nível nacional, a médica enaltece a evolução de Setúbal nesta matéria. "Temos uma cidade cada vez mais alerta para as questões da saúde", afirma, para depois destacar o trabalho dinamizado por várias entidades, incluindo a Câmara Municipal de Setúbal.

"É importante que as pessoas saibam que as doenças cardiovasculares são crónicas, que não desaparecem e precisam de seguimento e, fundamentalmente, que é necessário preveni-las", reitera Quitéria Rato, para depois deixar a principal mensagem da iniciativa setubalense. "A saúde é um bem maior."

O "7 Dias do Coração", além deste circuito instalado na placa central da Avenida Luísa Todi até sexta-feira, inclui no dia 18, das 10h00 às 17h00, novos rastreios, de participação gratuita, no Espaço Saúde da Câmara Municipal de Setúbal, no primeiro piso do Mercado do Livramento.

O evento de promoção da saúde inclui, igualmente, a realização de iniciativas de promoção de estilos de vida saudáveis, como aulas de exercício físico, gratuitas, destinadas essencialmente à população sénior, no âmbito do projeto municipal "Desportivamente em (Re)Forma".

Aulas de ginástica, dança e chi kung são dinamizadas por técnicos municipais nos dias 10 e 11, das 11h00 às 15h00, na Avenida Luísa Todi, enquanto a 12, às 09h30, há uma caminhada na Serra da Arrábida, com partida e chegada no Parque de Merendas de São Paulo, com inscrições pelo endereço gabinete.saude@mun-setubal.pt.

A 26, entre as 09h30 e as 12h30, realiza-se um peddy-paper urbano com o tema "Explore a Cidade com o Coração".

No âmbito do "7 Dias do Coração" foi, igualmente, lançado um desafio às escolas para os alunos do pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico elaborarem desenhos subordinados ao tema "Como proteger o meu coração".

Os trabalhos vão integrar uma exposição a inaugurar no Mercado do Livramento a 29 de setembro, Dia Mundial do Coração.

Por SMCI/CMS

Partilhe
em destaque
Operação Baco: GNR registou mais de mil condutores com excesso de álcool
Apreensão de droga em Almada: Tribunal decreta prisão preventiva para dois dos detidos
Moita: Plano de Segurança da Água apresentado publicamente
Seixal: visita à Olaria Romana da Quinta do Rouxinol
ver mais