Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Saúde
Abertura de concurso para projecto do Hospital do Seixal já foi publicada em Diário da República
ana maria santos
2018-01-23 / 22:39
FONTE: CMS
A abertura do concurso para o projeto do hospital de proximidade do Seixal foi publicada ontem, em Diário da República, com a portaria n.º 62/2018 que dá luz verde à construção das instalações hospitalares no concelho do Seixal. O despacho autoriza a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo a assumir um encargo no valor de 1 milhão e 230 mil euros, repartidos entre 2018 e 2019.

O presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos, referiu ontem, à comunicação social, que “foi dado mais um passo para que o hospital do Seixal seja uma realidade. Foi um passo fundamental para que se dê início aos projectos, contudo, só terminaremos esta luta no dia em que inaugurarmos este equipamento. Continuaremos a reivindicar a construção do hospital como temos vindo a fazer desde 2001, pois a população do concelho merece ter os melhores cuidados de saúde”, acrescentando que “tudo iremos fazer para que se consigam encurtar os prazos de construção deste hospital, sendo que já solicitámos uma reunião ao presidente da ARSLVT para vermos essa possibilidade e convidámos o ministro da Saúde a vir ao concelho lançar o projecto”.

Joaquim Santos lembrou também que “terminou em Dezembro a Campanha 1 Voto pelo Hospital no Seixal que durante dois anos percorreu equipamentos municipais, associações, colectividades, farmácias e instituições, e que permitiu à população votar pelo hospital no Seixal, reunindo 40 mil votos que iremos entregar ao ministro da Saúde”.

De referir que o Hospital do Seixal representa um investimento total de 60 milhões de euros e vai permitir descongestionar o Hospital Garcia de Orta, que foi projectado para servir 150 mil habitantes e serve atualmente 450 mil residentes nos concelhos do Seixal, Almada e Sesimbra.

Luta pela construção do hospital iniciou-se em 2001

A luta pela construção do hospital no Seixal iniciou-se em 2001, e desde então muitas têm sido as iniciativas realizadas pelas comissões de utentes de saúde, órgãos autárquicos e Plataforma Juntos pelo Hospital para reivindicar a necessidade do mesmo no concelho e lembrar o quanto aquele  equipamento é importante para a população.

Em 2009, o Estado assinou um acordo com a Câmara Municipal do Seixal para a construção do hospital, e depois de diversos avanços e recuos e de uma luta contínua por parte da comissão de utentes, do Poder Local e da população, no Orçamento do Estado para 2017 vê ser finalmente contemplada uma verba de 10 milhões de euros para o lançamento do concurso público para o projecto de arquitetura e especialidades técnicas para a construção daquela unidade.

Segundo a autarquia do Seixal, o Governo “comprometeu-se com a abertura do concurso público no 1.º semestre de 2017 e, tanto o secretário de Estado da Saúde (entretanto substituído), como a presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo afirmaram publicamente que o equipamento estaria ao serviço da população até ao final de 2019”.

No entanto, “tal não se concretizou” e, adianta a mesma autarquia, “também o primeiro-ministro afirmou, em Junho de 2017, que em Julho viria ao concelho anunciar a construção do hospital, o que não se veio a também a concretizar. Finalmente hoje, 22 de Janeiro de 2018, o governo publica a portaria de extensão de encargos relactivos à aquisição de serviços para a concepção e projecto do hospital no Seixal. Este despacho é mais um passo no sentido da concretização deste equipamento essencial para as populações da região, sendo que é necessário conferir celeridade ao mesmo, até à abertura do hospital”.

Partilhe
em destaque
Râguebi: Portugal-Suíça realiza-se amanhã em Setúbal
Chama da Solidariedade chegou ao concelho da Moita
IPS: Projecto Vocologia do Fado publica estudo científico na Create Space
Setúbal: rua Tenente Valadim fechada ao trânsito
ver mais