Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Saúde
Câmara de Sesimbra e ARSLVT juntas na requalificação das unidades de saúde
ana maria santos
2017-05-09 / 20:22
FONTE: CMS
A vice-presidente da Câmara Municipal, Felícia Costa, e a presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Rosa Valente de Matos, assinaram hoje, dia 9 de Maio, no Auditório Conde de Ferreira, o Contrato-Programa para a instalação das unidades de saúde de Sesimbra, de cuidados da comunidade, de recursos assistenciais e de saúde pública de Sesimbra, que define as condições de cooperação técnica e financeira entre as partes.

A cerimónia contou com a presença do Secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, vereadores, presidentes das Juntas de Freguesia de Santiago, do Castelo e representantes de várias entidades ligadas à saúde.

«Este é um momento muito importante para a construção do novo Centro de Saúde de Sesimbra, uma pretensão antiga dos sesimbrenses e da autarquia, que desde o início deste processo manifestou a sua disponibilidade para fazer parte da solução», referiu a vice-presidente da autarquia.

A solução encontrada para Sesimbra, proposta pela Câmara Municipal, foi também elogiada pela presidente da ARSLVT, que sublinhou que a parceria entre as duas entidades «é um bom casamento e um exemplo de que em conjunto conseguimos servir melhor as populações».

Por seu turno, o secretário de Estado, Manuel Delgado, referiu que a construção das unidades de saúde «é um investimento com visão de futuro que contribuirá para uma relação mais próxima com os utentes». O representante do Governo felicitou ainda a autarquia e os seus responsáveis pelo seu envolvimento neste processo.

Refira-se que a nova unidade de saúde vai funcionar no edifício da rua Dr. Aníbal Esmeriz, propriedade da Câmara Municipal, que ao abrigo de um contrato-programa o cederá por 50 anos ao Ministério da Saúde. Aquele espaço, a poucos metros das actuais instalações, no Largo 5 de Outubro, receberá os serviços administrativos e o atendimento ao público. Os restantes serviços serão deslocados para o antigo dispensário, na rua Amélia Frade.

No modelo contractualizado, apresentado por aquela Câmara Municipal em 2015, e aceite pela Administração Regional de Saúde, a autarquia compromete-se a desenvolver os projectos enquanto as obras serão suportadas pela Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo.

Partilhe
em destaque
Direcção dos Bombeiros de Águas de Moura agradece empenho dos seus operacionais
Elvira Fortunato distinguida com Prémio Czochralski 2017
Conselho de Ministros aprova Decreto-Lei relativo aos terrenos da Margueira
Homem detido por posse de mais de cinco mil doses de droga
ver mais