Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Saúde
Transporte de órgãos em 2017: Setúbal foi um dos distritos com mais serviços requisitados
ana maria santos
2018-01-06 / 12:50
FONTE: Youtube
O distrito de Setúbal está entre os três, a nível nacional, que mais serviços de transporte de órgãos requisitou à GNR.

A Guarda Nacional Republicana, através da sua valência de trânsito e em todo o território nacional, desempenha, desde 1994,  a missão de transporte de órgãos entre vários centros hospitalares tendo, desde 2010 e até à data, realizado 1.974 transportes, nos quais estiveram empenhados cerca de quatro mil militares e percorrido mais de 300 mil quilómetros.

Segundo dados divulgados pela GNR, relativamente a 2017, o maior número de transportes requisitados ocorreu em Lisboa (62), Setúbal (57) e Coimbra (33), num total de 284 órgãos transportados.

O processo inicia-se com o contacto da Unidade de Saúde que detém o órgão a ser transportado, cabendo à  GNR mobilizar de imediato uma patrulha de trânsito para que esta transporte o órgão, nas condições térmicas exigidas, até ao bloco operatório da unidade hospitalar requisitante.

A qualidade e segurança da transplantação de órgãos depende do tempo necessário para o seu transporte, competindo assim à GNR, e em respeito das condições de segurança, chegar ao destino no menor tempo possível, contribuindo deste modo para o salvamento de vidas.

Partilhe
ver mais