Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Emprego Saúde Ambiente Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Sociedade
Autarquia constitui Grupo de Gestão do Litoral Setúbal para prestar apoio às intervenções a realizar na orla costeira
ana maria santos
2019-03-21 / 16:39
FONTE: SMCI/CMS
A Câmara Municipal de Setúbal aprovou ontem, em reunião pública, a criação de um grupo de gestão do Litoral Setúbal, para apoio ao desenvolvimento, intervenção e valorização da orla costeira do concelho.

Aquele grupo de trabalho institucional é criado através da celebração de um protocolo de entendimento funcional no âmbito dos protocolos de delegação de competências e de gestão e exploração assinados entre o município de Setúbal, a APA – Agência Portuguesa do Ambiente e a APSS – Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, a 27 de Maio de 2017.

A autarquia considera importante a implementação de “mecanismos de parceria que estabeleçam procedimentos expeditos de articulação, nomeadamente nos domínios da análise e do controlo administrativo nas matérias respeitantes à orla costeira municipal”, sublinha a deliberação camarária.

O objectivo é agilizar os processos de decisão e intervenção das diferentes entidades com competência territorial na orla costeira do município, de acordo com as suas funções e responsabilidades.

“No actual contexto pluri-institucional torna-se difícil a gestão coerente, eficaz e uniforme das praias do concelho, face à multiplicidade de serviços envolvidos e entidades externas com intervenção e competências específicas nesta área.”

Nesse sentido, é criada uma unidade gestora de apoio activa no desenvolvimento, intervenção e valorização da orla costeira do concelho de Setúbal, a qual irá permitir a “necessária articulação institucional e administrativa entre as partes” e fica assegurada a “facilitação operacional e decisória das intervenções a realizar”, pode ler-se no protocolo de entendimento funcional a celebrar entre a Câmara Municipal, a APA, a APSS, o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, a Associação Baía de Setúbal e a Capitania do Porto de Setúbal.

Asa referidas entidades irão articular entre si a gestão das respectivas responsabilidades institucionais no âmbito do licenciamento e fiscalização das utilizações do domínio público referentes a apoios de praia e equipamentos, obras de requalificação e conservação, demolições, gestão do risco e segurança. Outro dos objetivos do Grupo de Gestão do Litoral Setúbal são “o fomento da circulação de informação e da transparência de procedimentos entre entidades”.

O protocolo de entendimento é válido por dois anos, sendo passível de renovação por sucessivos períodos de um ano, caducando com a efectivação da transferência de competências para os órgãos municipais relativamente à gestão das praias integradas no domínio público hídrico do Estado, no âmbito da Lei n.º 50/2018, de 16 de Agosto.

Por SMCI/CMS

Partilhe
ver mais