Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Emprego Saúde Ambiente Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Sociedade
Brejos de Azeitão: GNR apreendeu material furtado e armas
ana maria santos
2019-05-10 / 14:10
FONTE: GNR
Diversas armas e material furtado num edifício em construção, foram apreendidas por militares do Posto Territorial da GNR de Azeitão, após uma denúncia.

O Comando Territorial de Setúbal da GNR, através do Posto Territorial de Azeitão, recuperou diverso material furtado e apreendeu seis armas e chapas de matrícula, uma das quais pertencente a uma viatura furtada, em Brejos de Azeitão.

A apreensão decorreu na sequência de uma denúncia apresentada no final da passada semana, por furto num edifício em construção, após a qual foram efectuadas várias diligências entre as quais a realização de uma busca domiciliária, à residência do indivíduo suspeito.

Em comunicado, hoje emitido, a GNR dá conta que no decorrer da mesma foram apreendidas uma arma de fogo semiautomática, uma arma de fogo de canos laterais, uma pistola com carregador municiado com quatro munições, uma cartucheira com diversos cartuchos de caça, uma pressão de ar, uma catana, diversas chapas de matriculas, uma das quais pertencente a uma viatura furtada, uma betoneira de grande porte e diverso material de construção.

Segundo informação prestada ao jornal Gazeta Setubalense pelo Comandante do Destacamento Territorial de Setúbal, capitão Rui Quintinha, algumas das armas apreendidas também haviam sido furtadas e as mesmas estariam devidamente registadas mas “cujo registo não correspondia à pessoa que as tinha na sua posse”.

O suspeito, um homem de 56 anos, foi constituído arguido e sujeito à medida de coacção de Termo de Identidade e Residência, tendo sido informado o Tribunal Judicial de Setúbal.

Partilhe
ver mais