Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Sociedade
CDU E PS saúdam Dia Internacional da Mulher
ana maria santos
2018-03-08 / 11:00
FONTE: Youtube
Duas moções, uma da CDU e outra do PS, sobre o Dia Internacional da Mulher, que hoje se assinala, foram ontem aprovadas na reunião pública da Câmara Municipal de Setúbal.

Na moção da CDU é salientado que, em todo o mundo, “as mulheres continuam a ser discriminadas, mesmo nos países onde conseguiram ver os seus direitos reconhecidos, depois de anos de duras lutas”.

A situação “agrava-se em vastas regiões do mundo onde à mulher não são reconhecidos direitos essenciais, como é retratado em vários relatórios das instituições internacionais”.

Para a CDU, as mulheres não devem silenciar-se perante as situações de discriminação que persistem em vários países, até porque têm sido protagonistas e estado na primeira linha das mais significativas mudanças dos últimos séculos.

“Ao longo do tempo, as muitas conquistas feitas pelas mulheres e pelos homens que as apoiaram por direitos sociais e políticos, pelo direito ao trabalho e a salário igual, contra a violência, o tráfico de seres, a exploração sexual, pela paz e a cooperação entre os povos não anulam tudo o que as mulheres ainda têm para conquistar até não haver diferenciações que tenham por base o género”, sublinha a moção.

Por tudo isto, “enquanto as desigualdades por mínimas que sejam persistam”, a Câmara Municipal de Setúbal saúda todas as mulheres, em particular as setubalenses e azeitonenses.

Também a bancada do PS defende que a luta das mulheres pela igualdade de direitos humanos e de oportunidades tem de continuar na actualidade.

Isto porque “ainda demasiadas mulheres são impedidas de concretizar o seu potencial de vida, pelos preconceitos, pela violência nos namoros e casamentos, pelo assédio e violência sexual, em troca por vezes apenas da vida ou da subsistência”.

Os socialistas recordam que o Dia Internacional da Mulher em 2018 é celebrado numa altura em que ocorre um “movimento global, sem precedentes, por direitos, igualdade e justiça”.

O assédio sexual, a violência e a discriminação contra as mulheres captaram as atenções e o discurso público, “com crescente determinação a favor da mudança” e “pessoas de todo o mundo mobilizam-se por um futuro mais igualitário, por meio de protestos e campanhas globais”.

O PS entende que o Dia Internacional da Mulher “é uma oportunidade para transformar esse impulso em medidas concretas de capacitação das mulheres” e defende que “o caminho já feito na conquista dos direitos da mulher jamais seja invertido”.

Partilhe
ver mais