Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Emprego Saúde Ambiente Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Sociedade
Faleceu o empresário setubalense Carlos Pita
ana maria santos
2019-08-01 / 02:01
FONTE: Fernando Massano Tomé
Carlos Alberto Cordeiro de Almeida, de 74 anos de idade e conhecido por Pita, por ser esse o nome dado à cadeia de lojas de óptica que fundou em 1978, faleceu ontem, 31 de Julho. Em comunicado, os filhos do empresário informam que o mesmo “partiu em paz e tranquilo”.

Faleceu ontem, aos 74 anos de idade o empresário setubalense Carlos (Alberto Cordeiro de Almeida) Pita, pessoa de trato directo e frontal que amava esta cidade e, principalmente, o Vitória Futebol Clube que apoiou, de diversas formas, desde que iniciou a sua actividade, em 1978.

Com efeito, a rede de lojas Óptica Pita teve início no ano referido, tendo o primeiro estabelecimento sido inaugurado no número 77 da Rua Augusto Cardoso, em Setúbal, conjuntamente com a esposa, Brigida de Almeida, falecida em 2016.

O percurso de Carlos Almeida (Pita) foi um crescendo de experiência e profissionalização que o levaram, em 1980, a obter o diploma de Óptica Ocular, pela Associação Nacional dos Ópticos de Portugal, acumulada por 21 anos de experiência como profissional na referida área.

Ao longo dos últimos anos, Carlos Pita expandiu a sua área de negócio, nomeadamente a sul do distrito de Setúbal e melhorou, consideravelmente,  as instalações da sede, igualmente na rua Augusto Cardoso, mas no número 64, onde, actualmente, são prestados diversos serviços naquela área.

Sónia Almeida Marques e João Almeida, filhos de Carlos e Brigida Almeida (Pita) são, desde os últimos anos, os seguidores do projecto empresarial dos progenitores e que, certamente, irão continuar o projecto de inovação e qualidade que aquele empresário setubalense deu a Setúbal.

O Jornal Gazeta Setubalense apresenta aos filhos, netos e restante família, as mais sentidas condolências.

A data das cerimónias funebres deverá ser revelada nas próximas horas.

Partilhe
ver mais