Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Emprego Saúde Ambiente Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Sociedade
Formação profissional: a burla do “filho de excelência”
ana maria santos
2019-05-31 / 23:00
FONTE: Sapo
Nos últimos dias foram várias as famílias do concelho de Setúbal, com adolescentes de idade igual ou superior a 17 anos, a serem contactados, telefonicamente, ou através de mensagem privada, para reuniões, que serão sucessivas, amanhã, entre as 9 e as 17 horas, com o aviso de que as entrevistas irão durar, cada uma delas, no máximo, não mais que 30 minutos.

O Jornal Gazeta Setubalense tentou, ao longo de todo o dia, contactar, pelos únicos meios disponíveis (telemóvel) os contactos disponibilizados mas, facto, os mesmos nunca estiveram disponíveis e, apesar das mensagens que nos referidos números ficaram registadas, até ao momento ninguém nos contactou e continuamos sem conseguir obter informação sobre o que é garantido aos educadores, para a formação das pessoas que têm a cargo.

Ora, perante uma instituição/academia de formação inexistente, cabe às autoridades de investigação criminal apurar a possibilidade (acho eu que comprovada!) de uma abordagem enganosa!

Curioso será saber de que forma e com que autorizações, certamente superiores, os contactos dos alunos, e dos seus encarregados de educação, foram conseguidos!

Mais uma vez, caberá às autoridades competentes apurar quando, onde e de que forma, todos nós podemos ser alvo deste tipo de situação.

Partilhe
ver mais