Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Sociedade
Mulher atacada por Rottweiler na Arrábida
ana maria santos
2017-11-05 / 13:59
FONTE: AMN
Um cão de grande porte, aparentemente de raça Rottweiler, terá atacado uma senhora no interior de um estabelecimento de restauração da Arrábida. A vítima havia acabado de entrar no restaurante quando o cão a mordeu num dos braços.

A Autoridade Marítima Nacional emitiu, hoje, 5 de Novembro, um comunicado através do qual dá conta de uma ocorrência para a qual foi solicitada a presença de elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Setúbal, pouco depois das 16 horas da passada sexta-feira, motivada pelo alerta de que “uma senhora teria sido atacada por um cão de grande porte, numa praia da zona da Arrábida”.

Com base no alerta, efectuado através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC – Lisboa),de imediato se deslocou para o local uma patrulha,  “tendo aí apurado que um casal, ao entrar num restaurante situado na praia, teria sido atacado já dentro do estabelecimento por um cão, tendo a senhora sido mordida num braço”, refere o mesmo comunicado.

Os agentes da Polícia Marítima identificaram a pessoa agredida “bem como a dona do cão” e ordenaram que o cão se “mantivesse preso num espaço interior do estabelecimento”. Ainda segundo a Polícia Marítima, tratava-se de “um animal de grande porte, aparentemente de raça Rottweiler”, e que apresentava “um comportamento agressivo”.

A senhora atacada pelo cão foi assistida no local por elementos do INEM e dos Bombeiros de Setúbal, tendo posteriormente recebido assistência no Hospital de S. Bernardo. Mais tarde, mas no mesmo dia, a mesma acabou por apresentar queixa no Comando- local da Polícia Marítima de Setúbal, seguindo agora o processo os trâmites normais.

Por outro lado, e dada a natureza da ocorrência, a Polícia Marítima contactou as autoridades médico-veterinárias da Câmara Municipal de Setúbal, tendo sido determinado que o cão deveria ser recolhido no canil municipal a fim de ser observado (conforme estabelecido no DL 315/2009).

A Autoridade Marítima Nacional lembra que a raça Rottweiler é uma das sete raças de cães que “figuram na Portaria 422/2004, documento que estabelece as raças potencialmente perigosas e, como tal, sujeitas a um regime especial”.

 

Partilhe
ver mais