Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Emprego Saúde Ambiente Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Sociedade
Polícia Marítima de Setúbal realiza dois salvamentos em menos de 24 horas
ana maria santos
2019-07-18 / 23:15
Fonte: AMN
Elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Setúbal levaram a cabo, em menos de 24 horas, dois salvamento, sendo um deles a de uma mulher de 64 anos que, inadvertidamente, caiu ao rio Sado.

A Polícia Marítima de Setúbal resgatou, ontem, do rio Sado, uma mulher de 64 anos, que havia caído junto das instalações do Clube Naval de Setúbal, tendo o alerta sido dado  cerca das 22.30 horas, através de chamada telefónica.

 De imediato, foram activados para o local os meios necessários por terra e por água, guarnecidos por seis operacionais, que chegaram cerca de cinco minutos depois e onde a senhora foi encontrada no rio, agarrada a um cabo que havia sido lançado por populares que se encontravam no cais, a uma altura de cerca de quatro metros.

Os elementos da Polícia Marítima, embarcados, procederam de imediato ao resgate da vítima para bordo da embarcação, transportando-a, de seguida, para a Doca das Fontainhas, onde uma equipa de socorristas dos Bombeiros Voluntários de Setúbal a aguardava.

A vítima sofreu escoriações superficiais nos membros e apresentava um hematoma na cabeça e, no seguimento das averiguações realizadas, apurou-se que a vítima se encontrava a realizar um passeio pelo cais junto ao rio, quando inadvertidamente caiu ao rio Sado e, dada a assistência imediata de populares e a pronta intervenção da Polícia Marítima, a situação acabou por não ter consequências de maior gravidade.

No entanto, a Autoridade Marítima Nacional alerta uma os cidadãos para terem sempre o maior cuidado em passeios junto da orla marítima e, se possível, fazê-los sempre em companhia, como é exemplo o presente caso, que marcou a diferença entre o sucesso e o insucesso no seu salvamento.

Entretanto, ao final da manhã de hoje, na Praia da Raposa, em Tróia, elementos da Polícia Marítima de Setúbal, auxiliaram um golfinho que estava desnorteado e se aproximava da praia.

O alerta foi dado por populares que se encontravam no local, por telefone, tendo a Polícia Marítima se deslocado de imediato para o local para prestar auxílio ao golfinho, tendo o mesmo sido recolhido e transportado para longe da praia, com o objetcivo de o orientar, auxiliando-o no regresso ao mar.

Na acção estiveram envolvidos três elementos da Polícia Marítima e uma embarcação do Comando-local de Setúbal.

Partilhe
ver mais