Secções

Opinião Sociedade Economia Política Região Turismo Cultura Desporto País Especiais Emprego Tecnologia Saúde Ambiente Inovação Internacional Cartaz Directório Mundo Entrevista Exclusivo Editorial

Directório

Adicionar Entidade 

Sobre

Termos e Condições Privacidade e Cookies Acordo Ortográfico Regras da Comunidade Ficha Técnica Estatuto Editorial Contactos

Siga-nos

Facebook Twitter
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Pesquisar
GAZETA SETUBALENSE
A informação na hora certa.
Sociedade
Solidariedade: Paulo Lamego “uniu” Faro a Chaves para acção de sensibilização para com os bombeiros
ana maria santos
2017-11-06 / 22:46
FONTE: SMCI/CMS
O comandante dos Bombeiros Sapadores de Setúbal, Paulo Lamego, voltou de novo à estrada para lembrar da necessidade de apoiar aqueles que, ao longo de todo o ano (os bombeiros de todo o país), tudo fazem para proteger as populações. A manifestação de solidariedade de Paulo Lamego levou-o a percorrer, entre quarta-feira e o último sábado, a emblemática Estrada Nacional 2, de bicicleta, num total de 738,2 quilómetros, entre Faro e Chaves.

Nesta nova aventura do major Paulo Lamego, o percurso foi feito no sentido inverso ao realizado no ano passado, com o grupo de nove elementos a percorrer de novo os 738,2 quilómetros da mais longa estrada portuguesa pela campanha "Bombeiros – Corrente Solidária une Portugal no ano Inteiro".

"Para que esta mensagem não caia no esquecimento, é fundamental recordar à população que os bombeiros precisam de apoio durante todo o ano e não apenas nos períodos específicos de incêndios", sublinhou o comandante da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal.

O périplo de bicicleta que uniu o sul ao norte do país atravessou povoações e áreas de património florestal devastadas pelos fogos. "Infelizmente, este ano, tivemos este flagelo imenso e, por isso, a iniciativa é também um alerta de que é urgente mudar o paradigma actual dos bombeiros", reforçou Paulo Lamego.

No decorrer do percurso, de quatro dias de bicicleta, "feito num espírito de solidariedade, sacrifício e partilha", o comandante da CBSS distribuiu, nos locais pelos quais o grupo passou, um manifesto que expõe ideias para a prestação de um melhor serviço às populações.

O desafio na EN2 foi realizado em quatro etapas. O primeiro, no feriado de quarta-feira, 1 de Novembro, foi entre Faro e Montemor-o-Novo, a que se seguiram Montemor-o-Novo – Sertã, Sertã – Lamego e, por último, no sábado, o troço Lamego – Chaves.

Naquela que foi uma empreitada por uma causa solidária, Paulo Lamego foi acompanhado de mais oito ciclistas no percurso que atravessou vários municípios e um total de 37 áreas de intervenção de corporações de bombeiros, sendo, no fundo, sinónimo da corrente que a iniciativa procura fomentar.

"Independentemente do sentido do percurso, com mais ou menos dificuldades, é importante que todos pedalem pelo mesmo caminho", vincou Paulo Lamego sobre a iniciativa, realizada com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal, a qual terá continuidade até que a mensagem defendida seja "plenamente interiorizada".

De referir que a EN2, numa extensão que atravessa 36 municípios, passa pelo interior de povoações e liga paisagens distintas. É a terceira estrada mais longa do mundo, depois da Route 66, nos Estados Unidos da América, e da Rota 40, na Argentina.

Partilhe
ver mais